Star Wars Tecnologia de coisa nenhuma...: 2011

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Retrospectiva 2011 Parte 01 - Primeiro Semestre

Vida nova, foi isso que eu pensei quando estava indo pra Campinas...
Depois de uma despedida calorosa (e por que nao dizer "triste") dos meus amigos e familiares em Belém, lá estava eu embarcando para um novo horizonte, com novas oportunidades, sensações, pessoas e sentimentos. E era exatamente tudo isso que me esperava lá, tudo novo sim, mas daquela velha maneira de se pensar ou sentir.

Foi a oportunidade de ouro para meu crescimento como pessoa porque acredito que ali, longe de todos, eu pude ter mais tempo para olhar a minha volta e consertar coisas que ja mereciam uma atenção em especial fazia tempo (seja comigo ou com outras pessoas) e que por algum motivo qualquer, ainda não haviam sido devidamente esclarecidas. Eu sei que todos voces (ou pelo menos a maioria) sonha em sair de casa, ter sua vida e suas coisas, enfim... eu tambem sonho isso (ou sonhava, mas da maneira errada) e o fato é que eu não fazia idéia da dureza que seria ficar afastado da familia e dos amigos, essa parte foi, e é, a mais dificil até hoje de se enfrentar...e olha que eu ja to completando quase um ano aqui.

Mas vamos olhar o lado bom disso e falar especificamente do principal ganho que eu tive aqui, ou seja, crescimento e amadurecimento, com a oportunidade que tive para me conhecer mais e principalmente, separar o joio do trigo (isso vale para tudo, pessoas e costumes), acabei percebendo que muita ovelha era lobo, e que muitos que eu achava serem lobos, eram na verdade as ovelhas mais defensivas, a parte boa foi conhecer com quem realmente eu tava lidando, e a parte ruim foi me arrepender amargamente (e até hoje) de muitas atitudes que eu tomei em função disso, dificilmente eu me arrependo de algo mas em aspectos referentes a isso a unica coisa que eu quero (e fiz) foi enterrar bem fundo e simplesmente esquecer, guardando somente o aprendizado. Entrei numa faculdade renomada aqui,e alias, esse foi um dos principais motivos de eu ter escolhido Campinas como a cidade da Pós, devido ao fato de a Unicamp ter muito nome aqui e no Brasil todo.

Por falar em Unicamp, tenho certeza aque ali fiz amigos que vou levar na vida toda de uma forma ou outra, afinal tá mais do que claro a invalidez que distancia tem em amizades verdadeiras, prova viva disso são os amigos que eu tenho espalhados por vários estados do Brasil e que, nao importa o tempo que eu demore para reve-los, sempre a sensação é de que somos vizinhos ou moramos próximos. Entre tensões durante os estudos e trabalhos em grupo, achavamos tempo para nos divertir tomando aquela breja no lava-jato, zuando um com os outros (e com os crepusculos da vida), falando sobre a bobagem que fosse e criando os "nicknames" que pra sempre serão a representação máxima de certas pessoas.

Em geral meu primeiro semestre foi algo normal, devido a adaptação ainda precária e a todo o resto. Não gosto de encarar como algo ruim (apesar de ter todo direito devido a todos os problemas e estresses que eu sofri nessa época, mas ainda disso eu tento tirar algo bom e trazer pro meu hoje), eu encaro isso como um bom "Sayajin" (Leia a respeito se não souber o porquê), quanto mais eu apanho e me machuco, mais forte eu volto e foi justamente assim que eu comecei a me sentir a certa altura do campeonato, mais forte e mais resistente.

Chegamos no final do semestre, mais precisamente no mês de Julho e esse sim, foi o divisor de águas desse ano, nesse mês eu estava no limite do meu estress, no limite da minha vida social (quase) nula aqui (se não fossem meus amigos do curso e da pós eu acho que teria surtado), foi ai que eu decidi pensar primeiro em mim e comecei a remover os fiapos de muitas decisões que eu ja tinha tomado no mês anterior (e nos meses anteriores, leia meu post sobre ciclos pra saber o quanto é dificil sair de um costume), eu ja havia começado a ir pra Belém com mais frequencia no final do semestre e acho que ir justamente nessa época e nesse especifico periodo foi o que desencadeou a melhora do meu "segundo tempo" no jogo de 2011.

Em resumo, acho que Deus me deu a oportunidade de crescer me privando de coisas importantes, como amigos e familia. Me mostrou o caminho das pedras (e ponham pedras nisso) para que eu saiba exatamente hoje identificar o que vale a pena ou não manter na vida. Pessoas sairam e surgiram no primeiro semestre, e posso dizer que apesar de tudo, ele foi realmente salvo nos 45 min...bem no finalzinho, mais precisamente no dia 11 de julho de 2011.

Mas isso e toda a minha volta por cima de 2011 vai ser assunto pro próximo post.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Sobre a Força

Olá meus jovens e aprendizes, ou jovens aprendizes.
Hoje venho falar pra voces sobre um tema que, quando percebi que nao tinha falado sobre, fiquei muito magoado, que deselegante um blog com tema de Star Wars nunca ter falado sobre "A Força".
Primeiramente, vamos tratar a força como? Uma entidade celestial como um deus? Ou como apenas uma essencia de algo que todos nós temos dentro de si? (Isso tambem pode ser encarado como Deus, afinal dizem que Ele está dentro de cada um de nós). Ok, não precisa chamar de "Força", chame de essência, fé, Deus ou qualquer outra coisa de seu agrado, seja como voce encarar, a filosofia da "Força" é algo muito bonito e diferente de algo totalmente surreal (como os lightsabers) ela pode muito bem surtir um efeito positivo (ou negativo) em nossa vida real, dependendo de como lidarmos com ela.
Encontrada em tudo que nos cerca e vive, a força flui e controla nossas ações e nos mostra nosso verdadeiro destino e o verdadeiro sentido de nossa existência, cabe a nós abraçar ou não essa causa (afinal, acima de tudo isso, temos o livre arbitrio).
A vida cria isso tudo e faz crescer, essa energia nos conecta e faz tudo existir, esse é o núcleo da Força. Mas e os dois lados? O Sombrio e o da Luz? Como isso funciona...é bem simples...Podemos chama-los aqui de bem ou mal, apesar de, como disse Obi Wan uma vez: "A verdade depende muito do ponto de vista que encaramos as coisas"
O lado da luz é altruísta, o lado negro é egoísta, nao podemos chama-los de bom ou mal, apenas expressar de forma coerente e direta o modo como defendem suas crenças, e apesar de tudo, a existência de um depende da do outro, o equilibrio e não o extremismo é o que faz diferença, afinal todos nós temos nosso lado luminoso e escuro.
Podemos encarar o lado escuro como a fuga do equilibrio, e quando vamos rumo a ele fugimos disso. Nos tornamos egoístas, esquecemos de todo o resto, sim, esquecemos, pois quando somos egoístas nos acumulamos coisas (pensamentos, pessoas, sensações, lembranças), queremos isso sempre. Quando queremos e temos coisas, criamos medo de perde-las (ou de nos tomarem elas).
Uma vez esse temor tendo se instalado em nossos corações, começamos a ficar com raiva, especialmente, se estivermos a ponto de perder ou estar perdendo tal "coisa". Logo, essa raiva vira ódio e o ódio traz sofrimento, principalmente porque vamos viver tão apegados com tudo e todos que "temos", que sempre vai haver um medo de perder aquilo, esse medo nos impediria de viver a vida de fato como ela merece ser vivida.
Já o lado da luz, aquele em que doamos mais que recebemos, damos sem receber na da em troca, acabamos por pensar mais nos outros do que em nós mesmos, portanto, não há dor.
Voltando ao lado da luz, digamos que somos poderosos o suficiente para termos sempre tudo aquilo que necessitamos (no sentindo real da palavra ou mesmo por pura ganância), essa experiência de "conquista" dura pouco, e logo nos vemos presos a essa sensação, querendo cada vez mais e mais...e quanto mais exigentes ficamos, mais tentamos, e é claro, como em tudo na vida, as vezes iremos fracassar, e com isso acaba-se tendo o medo ja referido antes, em não ter aquela sensação, aquela alegria de conquista.
Essa é a principal diferença dos dois lados da Força. Indo em direção ao lado Cinematográfico da coisa, os siths (malvados) sempre vivem insatisfeitos e infelizes, porque em geral, o egoismo deles gira em torno de poder e controle e a luta é sempre para a libertação desse sentimento, a saciedade nunca é alcançada.

Para encerrar e explicar, além da força, a filosofia dos dois lados, deixo os lemas dos siths e jedis e siths, respectivamente:

Filosofia Sith

Paz é uma mentira, só importa a emoção.
Com a emoção, ganho força.
Com a força, ganho poder.
Com poder, ganho vitórias.
Com as vitórias, minhas correntes se rompem.
A força me libertará.
Não há nada que não se possa fazer quando se tem o Poder.

Filosofia Ortodoxa Jedi

Não há emoção; há paz.
Não há ignorância; há conhecimento.
Não há paixão; há serenidade.
Não há caos; há harmonia.
Não há morte; há a Força.
 
 
  May the force be with us all

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Porque eu não namoro a distância!

Aposto que muitos de vocês leitores criaram controvérsias em torno do titulo desse post, vou já começar a explicar o motivo (além de querer causar uma curiosidade a mais em vocês ao lerem isso).

Primeiramente, isso é pra tocar em geral aquelas pessoas que nos olham desacreditadas ou mesmo com piadas na ponta da língua quando contamos que namoramos alguém que está há muitas milhas de distância. Sinceramente? Não posso culpá-los, assim como existem pessoas que fazem faculdade de letras porque odeiam matemática ou de engenharia porque odeiam escrever (opa, eu sou uma exceção por ser engenheiro) as escolhas estão no mundo para quem quiser abraçá-las, mas voltando ao tópico, vou dizer o porquê de não namorar a distância.

A palavra distância vem do latim “distantĭa” e dentre seus principais significados, eu destaco esse: o ato ou efeito de duas entidades estarem separadas no espaço.
Sim, se aplica perfeitamente a nós não? Eu aqui, o meu amor lá e todo um mundo nos dividindo.
Difícil? Complicado? Desafiador? Sem dúvida que sim, afinal ninguém aqui quer criar falsas fantasias a respeito do que realmente se passa em nossos corações espremidos pela saudade, mas é claro que assim como todos os problemas do mundo, menos a morte, nos temos soluções e cartas na manga para lidar com isso.


Conheço muitas pessoas que lidam com empregos extremamente estressantes e que não as fazem felizes simplesmente pelo doce néctar do dinheiro alto no fim do mês. Eu particularmente prefiro fazer algo por puro prazer e sem muitas terceiras intenções, mas que me faça feliz.

Acordar todos os dias e ter o pensamento em alguém sabendo quase com certeza que esse alguém também teve o pensamento em mim. Sensações essas que podem ser sentidas com alguém que está ao seu lado ou mesmo alguém do outro lado do mundo, agora eu pergunto: Existe realmente essa distancia? O que é estar distante? É ter alguém do outro lado do mundo ou ter alguém do seu lado que simplesmente não faz a mínima diferença?

Eu prefiro todos os dias inventar a presença da minha amada, seja antes de ir dormir, com coisas que me lembram ela, com os meus pensamentos que vagam anos e anos a frente no futuro desejando várias e várias coisas bonitas e verdadeiras, do que simplesmente abdicar de tudo que ela me faz querer ser, ou melhor, que ela nos faz querer ser, apenas por um pequeno incomodo da distancia ou da saudade. Afinal, pensem bem, isso é pra sempre? Todo mundo que começa um NAD pensa sim, uma hora ou outra em juntar os trapos e finalmente ter a merecida vida juntos, já o exemplo do emprego é diferente, você quer continuar ganhando bem? Infelizmente não vais ganhar se largar de mão o mesmo, mesmo não gostando.

Então, eu não namoro a distância, mesmo porque a mesma tem prazo de validade e a cada dia ele vai diminuindo. Em vez de namorar a distancia, eu prefiro mil vezes namorar a Jéssica Larissa Pamplona (entenderam agora o título?), porque ela sabe se fazer presente, mesmo com a distancia de três mil e poucos quilômetros subindo o mapa do Brasil, ela não tem prazo de validade, mas todos os pormenores chatos e que as pessoas dizem ser “o fim” para os relacionamentos a distancia, esses sim, estão com os dias contados,e eu acredito muito nisso!

sábado, 17 de setembro de 2011

O que te faz feliz?

Deus e Fé
Matar saudade...
Amigos de verdade...
Música...
Amor...
Ela!
Familia....
Dia chuvoso...
Poder rir por absolutamente nada, seja imitando coelhos abatidos ou o Jack morrendo de frio
Dar presentes...
Saber que faço a diferença...
Sentir que fazem a diferença...
Mensagem de Texto...
Videogame...
Deitar todas as noites sabendo que todos os meus projetos tem futuro, sejam eles pessoais, trabalho ou estudos
Tecnologia
Sabedoria
Animes e Desenhos
Baixo e Violão
Dormir abraçado e acordar com carinhos...
Comer!!!!
Ver felizes pessoas que merecem ser felizes...
Olhar as horas iguais mesmo sabendo que nao preciso disso para pensar no que as horas iguais representam...
Ser eu mesmo, e saber que isso é o suficiente...
Perseverança
Momentos

Enfim, eu so queria um motivo pra dizer que eu tenho sido muito feliz, e de verdade... Mesmo com todos os obstaculos que eu ando enfrentando!

domingo, 21 de agosto de 2011

É mesmo... por @ZurielSeixas


É...
Tudo bem com vocês? Estou de volta com novos posts, mas isso tudo porque eu estou triste. Mas enfim, esse tempo que eu fiquei fora daqui, foi um tempo pra mim esfriar a cabeça e começar a pensar em mim, mas quem disse que eu consegui? A cada vez mais que eu tento me afastar da realidade, eu me deparo com coisas cada vez mais piores que ela. Sabe amor não correspondido? Já deve ter escutado essa palavra muitas vezes né? E quantas coisas você deve ter lembrado ao ter lido ela aqui... É impressionante o quanto isso afeta agente de maneira inevitável. São tantas e tantas lembranças que você acaba caindo em um mundo de arrependimentos, de tristeza e, por mais estranho que seja, de felicidade também. E o pior de tudo isso, é você saber que a pessoa ao menos nem se importa com os seus sentimentos, enquanto você se esforça pra fazê-la  feliz a cada minuto de sua vida. Você faz de tudo pra que essa pessoa perceba seus sentimentos e der valor a eles, mas ela faz disso, uma forma de te fazer sofrer. Todo mundo já deve ter tido um amor não correspondido na vida certo? Se não, é porque você ainda não sabe o que é sentir amor, ou simplesmente, porque todos os seus relacionamentos foram perfeitos.
Relacionamentos perfeitos... Será que isso existe mesmo? Eu vou a cada dia procurando respostas para cada tipo de pergunta que me surge a cada dia. E quando essa merda toda vai acabar? Quando é que eu vou conseguir te mostrar que eu posso te fazer feliz mais que qualquer um? Mas  eu não vou desistir de querer te fazer a pessoa mais feliz do mundo, e todas vezes que agente sorria ao lembrar de coisas que eu mal achava graça alguma? E todo  as minhas expectativas com você? Preste atenção nas minhas brincadeiras: Às vezes  eu falo a verdade da maneia mais simples. Desde então ta tudo tão estranho, tudo tão monótono, tão tedioso e chato. Falta algo, falta alguém, falta você! Um fim não significa esquecer as coisas, dizem que uma coisa termina pra outra melhor começar, tem um sorriso meu que só você consegue arrancar, e cadê aquele “ pra sempre “ ? Não dá mais pra te olhar sabendo que as coisas mudaram, tu é meu mundo, minha vida. O que eu já te disse não foi mentira, e se eu puder eu vou dizer tudo de novo, as coisas que eu menos falei, foram aquelas que mais representavam o que eu estava sentindo então, porra, para de me fazer sofrer, porque não importam o que digam, a única coisa que vai me fazer ficar melhor é você de volta pra mim. Posso não dizer e muito menos demonstrar, mas tudo o que eu escrevo é pra você.  Eu tenho medo do tempo, de quem mais ele possa levar de mim, do que ele pode me trazer de ruim.
Desde esse tempo todo, eu deixei de fazer tantas brincadeiras que eu fazia antes, deixei de escutar músicas que me lembravam de você, mas quem disse que funcionou? Não dá mais pra te tirar da cabeça, e só me imagino ao seu lado. Eu presto atenção em tudo o que você fala, procuro saber a todos os lugares que você vai, com quais pessoas você está e isso tudo porque eu tenho medo de te perder. Medo de que você encontre alguém melhor do que eu. Todas as noites eu peço pra gente dar certo, sabia? Acredite em mim, eu andaria na chuva às 3 da manhã só pra te ver. Já imaginei que meu travesseiro fosse você( acredite se quiser).
Em fim, queria que tudo isso acabasse, que finalmente nós possamos ser felizes juntos. Que eu consiga te mostrar que não vai mais achar ninguém que te faça mais feliz que eu...
Obrigado pela atenção de todos.

Zuriel Seixas, 12 anos, @ZurielSeixas, Meu sobrinho e futuro sucessor como escritor!

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Sobre relacionamentos

Todo mundo quer ter alguém, todo mundo gosta de ter alguém, porque o ser humano não foi feito pra viver só.

É dificil falar sobre relacionamentos e não parecer clichê demais, ou ir para o lado mais critico da coisa dizendo que todos os homens são iguais ou todas as mulheres são complicadas, complicado mesmo é dividir idéias, ideais, planos e principalmente convivência. Duvido que alguém aqui que entenda 100% de si mesmo, logo, como esperar algo de outro que voce nem mesmo é capaz de se dar? Primeiro clichê detected! Eu sempre gosto de olhar pra trás e esquecer um pouco das frases prontas e pensar realmente no que eu aprendi com tudo que eu ja vivi,procurando sempre ver o melhor de cada situação, mesmo quando esse lado seja quase invisivel.

Não quero julgar ninguém, muito menos parecer o cara perfeito que nunca errou. Muito pelo contrário, se eu posso falar tanto de todos esses erros, é porque com certeza um dia já fui assim (ou mais assim). Quem sou eu pra falar verdades universaris? Justamente por saber que não é a melhor maneira de encarar as coisas é que eu apenas compartilho sem tentar me impor tanto.

Existem pessoas que gostam de lembrar de relacionamentos passados com tristeza, se arrependendo do tempo que desperdiçaram com X pessoa que não valia a pena, com o dinheiro que gastaram, com as coisas que abdicaram...enfim, adianta? Mesmo todas essas "burradas" que todos nos cometemos ao achar que estamos acertando, nos servem de alguma coisa, nos dão aprendizado (ou xp, para os meus amigos geeks). Então ao mesmo tempo que voce "desperdiçou" um, dois ou tres anos com aquela pessoa, voce ganhou o mesmo em experiencia, em aprendizado, em situações que com certeza irão se repetir, e voce irá enxergar com outros olhos.

Existem também pessoas que se privam por medo, que só conseguem lembrar o quanto foram infelizes e com isso, carregam essa infelicidade do passado para o seu presente. Quer dizer que tal pessoa foi o inferno pra voce? Ótimo, pode dizer, mas valeria a pena voce abdicar de uma vida de possibilidades por atitudes daquela pessoa "ruim"? Acho que não né? Todos nos temos a dádiva da escolha, façam a sua e sejam felizes, porque ninguém quer ter uma vida mais ou menos.
Também existem aqueles que não enxergam suas próprias verdades, que repetem todos os dias que querem ser N pessoa tentando se fazer acreditar nisso e nãoo conseguem, por quê? Porque simplesmente achar que o céu é azul necessariamente não o tornará assim, se ele for cinza não sao as palavras que vao muda-lo, e sim o clima. Todo mundo ja passou pela situação de ser culpado pelo erro dos outros, ou de ser eleito o responsavel por todas as coisas que acontecem (Sejam as boas ou as ruins), ninguém é responsavel por nada a não ser pelas suas atitudes, quer mudar algo? comece se mudando!! Segundo Clichê detected.

Enfim, existem muitas pessoas, muitos relacionamentos e muitas situações. Sempre que alguém me diz que não tá bem com fulano, ou que as coisas poderiam ser melhores eu sempre digo que, o que faz um casal ter sucesso ou não nos seus relacionamentos, não são os problemas. PROBLEMAS TODO MUNDO TEM PORRA, todo mundo briga por ciumes, por choque de idéias, por ausência, por ex ou por tubo de pasta de dente mal espremido, RESOLVAM. Agora eu pergunto, quem é que consegue te dar aquele abraço único? aquela olhada, aquela mordida, aquele carinho daquela maneira...? O que faz o casal não sao os problemas, são as coisas boas, porque elas que determinam o quanto vale a pena enfrentar os mesmos problemas procurando soluções diferentes.

Volto a repetir, não quero julgar ninguem, nao quero ensinar ninguem, quero apenas abrir os olhos de voces para algumas questões que ao meu ver são importantes. Então, esqueçam o ex amaldiçoado que importuna sua vida, esqueçam a ex azeda que quer por fogo na felicidade alheia, esqueçam o passado e colham dele o que realmente importa, o aprendizado, porque a cada segundo que passa temos a oportunidade de mudar tudo, então, por que não mudar para melhor?

Paz, Empatia, Amor e Compreensão para todos os casais e solteiros que lerem isso!

Até a próxima!

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Mudanças e quebra de paradigmas

Voltei das férias, sai da inércia, e muita coisa mudou desde então. (Me atrevo a dizer, tudo foi pra melhor) Bom, primeiramente feliz férias a todos, espero que tenham sido tão boas quanto as minhas, mas um post pra falar de férias eu faço depois. Acho que um momento melhor do que o meu atual pra falar de mudanças e melhorias não existe, então vamos lá.

Primeiramente, eu ja cheguei a confundir muito as mudanças com alguns pequenos ajustes que ocorreram por diversas vezes na minha vida, mas mudança não é isso, mudança é quando voce consegue sair de uma situação ou cenário em que por vezes se ve preso e acaba enxergando aquilo pelos olhos da razão e percebe que fez um movimento crucial em direção a uma situação ou cenário melhor. Mudar é simplesmente abraçar uma nova idéia, ver além dos limites que enxergava antes e reconhecer que,se a situação as vezes era ou é ruim, é simplesmente porque alguma coisa dentro dela, quem sabe até voce próprio, precisa mudar.

Por muitas vezes vamos acabar entrando em ciclos, situações que como mencionado antes, te deixam a mercê da comodidade. Aonde vários motivos, dentre eles o costume, te fazem acreditar que "Aquilo não tem jeito" ou "Uma hora vai melhorar", tais pensamentos te cegam mais pra realidade, é quase como cavar tão fundo a ponto de não conseguir sair depois, e isso é perigoso, muito perigoso, pois voce fica preso em suas proprias armadilhas (com a melhor das intenções, mas o inferno está cheio delas).

Eu tinha um ciclo, assim como voce leitor já teve ou tem. Não é fácil quebrar todos esses paradigmas já tão rotineiros e ter coragem de mudar para algo, temos medos, temos receios e principalmente, confundimos o passado com o presente. Abraçar uma causa nova e ter coragem de encarar situações parecidas (mas não iguais) é digno de méritos tão elevados quanto os mais de oito mil que o Vegeta tanto se surpreendeu (momento nerd).

Se tiverem a oportunidade, pensem na suas vidas e procurem achar possiveis melhorias. Nossa principal missão na terra (eu digo por mim) é buscar o equilibrio, não existe nada perfeito, mas perder o controle da balança e deixar as coisas desandarem também não é a melhor opção.

Posso dizer? Eu to feliz, até demais. Não acredito naquilo que dizem sobre gritar a felicidade alto fazer mal porque a inveja tem ouvidos apurados. Eu to feliz sim, e gosto de compartilhar isso...querem que eu grite o que? Desgraças? Inveja? Hipocrisia? Não dá, eu posso te passar alguns lugares aonde encontrar isso, mas aqui não.

Pra não dizerem que eu to otimista demais (apesar de eu ser), vou dizer um ponto ruim disso tudo: Tô com saudade!!! Consequentemente a mudança que eu tanto falei me trouxe isso...fazer o que ne? Mas mesmo assim a balança ta equilibrada pro lado certo, o lado feliz...a saudade tá la so pra lembrar que é bom, muito bom, ter um motivo a mais pra sorrir, e que sorriso feliz hein?

Até a próxima, boa semana e fiquem com Deus!

quarta-feira, 29 de junho de 2011

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Falando de Mulheres...

Pra tirar a má impressão (ou boa, dependendo do referencial adotado) eu deixo pra vocês um texto aqui falando sobre as mulheres!
Um homem inteligente falando das mulheres

Tenho apenas um exemplar em casa, que mantenho com muito zelo e dedicação, mas na verdade acredito que é ela quem me mantém.
Mulher vive de carinho. Dê-lhe em abundância. É coisa de homem sim, e se ela não receber de você vai pegar de outro.
Beijos matinais e um 'eu te amo’ no café da manhã as mantém viçosas e perfumadas durante todo o dia. Flores também fazem parte de seu cardápio. Mulher que não recebe flores, murcha rapidamente e adquire traços masculinos como rispidez e brutalidade.
Respeite a natureza. Você não suporta TPM? Case-se com um homem. Mulheres menstruam, choram por nada, gostam de falar do próprio dia.
Não faça sombra sobre ela. Se você quiser ser um grande homem tenha uma mulher ao seu lado, nunca atrás. Assim, quando ela brilhar, você vai pegar um bronzeado. Porém,se ela estiver atrás, você vai levar um pé-na-bunda.
Aceite: mulheres também têm luz própria e não dependem de nós para brilhar.
O homem sábio alimenta os potenciais da parceira e os utiliza para motivar os próprios. Ele sabe que, preservando e cultivando a mulher, ele estará salvando a si mesmo.
É, meu amigo, se você acha que mulher é caro demais, vire gay. Só tem mulherquem pode!
Luiz Fernando Veríssimo

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Lei Chifre da Penha


"Um homem sem chifres é um animal indefeso - (Autora Desconhecida)

Engraçado como as coisas são... As mulheres, (como sempre as mais feministas), adoram exaltar o Girl-Power e dizer que estão tomando o lugar dos homens, assim como os mais machistas adoram dizer que elas ja praticavam o árduo trabalho duro pilotando a máquina de lavar. Mas enfim, não estou aqui para jogar lenha na guerra dos sexos mas sim, para "filosofar" sobre a frase do inicio do post.

Vamos analisar a frase acima exaltando o foco principal, ou seja, chifres, defesa, homem e animal. Quatro palavrinhas que dizem: "O homem, que por sinal melhor ser chamado de ANIMAL, precisa ter chifres para poder se defender", Vamos então esclarecer os pontos em comum e traçar uma linha entre os fatos.

1º Ponto: Todos os animais têm chifre? Não. Mas homens e mulheres biologicamente ou cientificamente falando são animais? Sim! Logo, ambos, como alguns animais, podem ter chifres.
2º Ponto: Somente o chifre defende? Não, mas vamos dar um ponto á feminista que inventou a frase e dizer que sim, SOMENTE o chifre defende.

3º Ponto: O homem e a mulher, tal como disse acima, são animais e são racionais (ou pelo menos isso que eu aprendi lá na 3º série nas aulas de ciências).

4º Ponto: Partindo pela lógica acima, os animais mulheres tal como os animais homens, precisam de chifre também, todos merecem se defender não é verdade?

5º Ponto: Existe a lei Maria da Penha, que protege as mulheres de agressão. Logo, se elas apanham, é porque não conseguem se defender, portanto, são as que não têm chifres. Geralmente elas são forçadas a trabalhos como limpar a casa, levar a cerveja na cama pro marido ou qualquer outra coisa que as torne submissas ou semi-submissas (leia-se indefesas, incapazes de reagir).

6º Ponto: Muitas mulheres reclamam que os namorados/maridos/ficas são "galinhas", pegam todas e que elas não aguentam mais tanto "chifre".

7º Ponto: Ja viu alguma mulher traida sofrer agressão? Geralmente são elas que espancam os namorados/maridos/ficas gritando "SEUS FDPS TRAIDORES, MALDITOS, SAFADOS, SEM CARATÉR", ou seja, os CHIFRES dão poder a elas.

8º Ponto: NÃO ENTENDO POR QUE AS MULHERES RECLAMAM DO 6º PONTO, AFINAL MULHERES SEM CHIFRES TAMBÉM SÃO ANIMAIS INDEFESOS.

9º Ponto: Homem aceita chifre muito melhor que as mulheres, afinal, várias piadas são feitas como cornos e brincadeiras de bar (EEEIII, SEU CORNO), inclusive muitos usam chapeus com chifre em carnaval e etc.

10º Ponto: Quantas mulheres voce ja viu usando o chapéu acima? MULHER NÃO SUPORTA NEM POR BRINCADEIRA SER CHAMADA MESMO QUE POR BRINCADEIRA, DE CORNA.

11º Ponto: Os homens são mais fortes que as mulheres, pois a maioria possui (ou deve possuir) chifres, tal como o indice abaixo.

12º Ponto: O indice de traição dos homens é maior do que das mulheres, logo, os homens se preocupam cada vez mais com o bem estar de suas namoradas/esposas/ficas.

13º Ponto: Chifre atrai chifre, e infelizmente a capacidade de chifrar das mulheres é maior que a dos homens, inversamente a isso, os homens ficam mais fortes e mais capazes de se defender que as mulheres.

14º Ponto: E apesar disso o indice do 12º ponto não mente...

15º Ponto: Vamos diminuir esse indice até ninguém mais ter chifres? Nossas testas agradecem.

13º Ponto: Isso é só uma brincadeira, não leve tão a sério (Se for levar, so absorva o 15º ponto :D )

14º Ponto: Em homenagem á Anderson Danilo, Marcio Urakawa, Marcelo Amaral, César Miglio, Douglas Rodrigues, Alexsander Nuñez, João Ubiratam dos Remédios (Breick), Rafael Sovano, Andrey Spencer, Leonardo Sovano, MARIO SANTOS e vários outros cornos ou futuros cornos do nosso Brasil.

(Não vou citar o nome de nenhuma mulher aqui, pois tal como explicado no 10º ponto, as mulheres não curtem ganhar "armas" de defesa")

Abraços Guys

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Papagaios, Camaleões e Dragon BallZ

Um carinha chamado Darwin, uma vez falou sobre a seleção natural, aonde o mais bem adaptado sobreviveria e os outros levavam o farelo num ambiente igual.
Digamos que voce pega uma tropa de papagaios verdes e joga eles num local aonde as arvores são secas e amarelas. Qual o problema disso? todos eles iriam se ferrar, porque iriam se destacar no ambiente...assim os predadores os matariam, e fim da historia? ou não? Com certeza (ou quase) alguns desses papagaios irão cruzar, e os filhores nascerão cada vez mais clarinhos ate tomarem a cor do ambiente e adivinha? Logo logo algum safado vai tira-los de la e o ciclo recomeça.

Mas não estou aqui para falar de biologia e vida natural (apesar dos ultimos posts terem sido totalmente metaforicos em relação aos animais), e sim para falar que, muito melhor que os papagaios, são os camaleões, isso quer dizer que o cara pode ser safado o quanto quiser, tirar e por eles em todo o tipo de ambiente e adivinha? o camaleão simplesmente chega la, analisa o local e tchum, em pouco tempo acaba se tornando parte de lá. Se todos os animais tivessem o trunfo de serem como os eles, as coisas ficariam bem complicadas, e assim concluimos que alguem tem que se ferrar na historia, ou seja, os papagaios (e outros inumeros animais) sairam perdendo nessa.

Imaginem tambem o cenario de Dragon Ball Z, logo após o Vegeta ter visto os "over nine thousand" do Goku com seu rastreador, ambos tiveram que se "adaptar" em uma nova realidade, ou seja, de que eles estavam em um momento de crescimento de poder, de força, precisavam treinar e se fortificar se quisessem sobreviver, tal como ficaria provado mais a frente ao enfrentarem o Freeza, Cell e os outros vilões. Os papagaios precisam de algumas dezenas de anos para a adaptação, os camaleões precisariam do que? alguns dias... e o Goku e o Vegeta? A mesma coisa... Vegeta se esforça mas sempre leva a pior (papagaio), Goku rapidamente aumenta seu poder e...adivinha? independente da situação ele ja esta comandando tudo.

A principal diferença nessa historia entre os camaleões,papagaios e o Goku é a rapidez em que eles se adaptam em algum novo ambiente (ou situação).

E eu fico pensando, será que nao existem papagaios camaleões? ou camaleões papagaios? ou Gokus papagaios?
Acho que tudo na vida tem sua excessão, mas independente da raça ou situação, o principal é se adaptar, claro que ajudaria se fosse rapido...mas enfim, se adaptem e sobrevivam.

Camaleão, papagaio e Goku, mais perfects que o Cell 
Afinal, não estamos diferentes destes tres exemplos ai.
E é claro, viva a filosofia contemporânea!
Boa semana guys!

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Jacarés, Gnus e rios fundos

Uma coisa tão comum como beber água pode significar o seu fim, sabia disso?
Sabe os crocodilos são grandes predadores porque eles se aproveitam do vacilo da presa para atacar, eles são calmos, são quietos, são silenciosos e muito, muito pacientes. O leão talvez seja um pouco espalhafatoso demais quando se trata de caça, muitas vezes ele vai com muita sede ao pote, perde o bote e a presa escapa.
Mas nao os nossos amigos crocodilianos, eles são totalmente silenciosos, porque se especializaram desde as eras pré-historicas no ambiente aquático, eles respiram, mas preferem a agua porque essa dá vantagem a eles. Talvez eles nem gostem de lá, mas como a vantagem é grande, o custo-beneficio acaba válido.
Outro fator muito importante é o momento em que eles atacam, geralmente a vitima precisa atravessar o rio, ou beber água...coisas tão comuns, talvez atravessar o rio nem tanto para nos humanos, mas beber água sim, imagina voce tomando água na cozinha e de repente sendo devorado...é o tal do elemento surpresa, ninguém espera e é isso que acaba sendo o fator crucial.

Bom, eu so sei que eu admiro tanto os leões quanto os crocodilos, atrair e esperar a comida e ainda devora-la sem ela esperar me parece uma atitude nobre.E voce? Qual seu papel? Caça ou caçador?

E é isso ai, abstraiam....

 Cuidado com os botes, cuidado com a água, cuidado com os predadores
E como eu disse antes, viva a filosofia contemporânea.

Acreditar, Jabuti e Panela

Eu quero acreditar, mas pra acreditar eu preciso ver acontecer...
Não necessariamente com os olhos, mas com atos ou idéias. E eu tenho plena convicção que o que merece ser valorizado e acreditado terá o seu mérito no futuro, e isso quer dizer exatamente isso ai que voce que ta lendo e me conhece bem está pensando. E só não desistir.

Uma vez eu li que, quanto mais fraco, mais forte, se isso é mesmo verdade,então talvez eu esteja no ápice da minha força, simplesmente porque o que me tornou fraco, tambem ao mesmo tempo me deu forças para acreditar que nada é por acaso ou que simplesmente muda. Uma panela de pressão não deixa de ser panela de pressão, assim como um jabuti nao deixa de ser um jabuti.

Simples? Não. Verdade? Talvez.
Eu só sei que nunca mais penso em abandonar meus planos, mesmo que eles pareçam invalidos ou meio que desacreditados, enquanto eu acreditar, eles vão ser reais!
Dai então,mesmo que em passos de jabuti, eu poderei finalmente alcançar a panelinha no fim do túnel...E o que importa você sabe, é o quanto isso te faz sorrir.

Capiche? Viva a filosofia Contemporânea.

Um jabuti lindão, uma panelinha de pressão e muitas coisas envolvidas

[Cadeia Alimentar]

Leões são predadores natos, eles nao conversam com as presas antes de devora-las...
alguem ai já viu um Leão explicando para uma Gazela por que ele está devorando-a? Por acaso os Velociraptores do Jurassic Park explicaram pra Vaca o por quê dela estar sendo comida?
Bom isso é simples, comida é comida e pronto...
Pra não dizer que não falei de flores e que estou do lado dos carnivoros apenas, por acaso voce ja viu um capim pedindo pra vaca nao come-lo? Não...

Porque a verdade é que, quando alguem pode é porque pode e faz...se deve ou não, são outros quinhentos...
Simples assim ne? 


Viva a filosofia Contemporânea

Essa postagem da inicio a uma nova série de artigos no blog chamada "Filosofia Contemporânea" fique de olho e obrigado pelos comentários

terça-feira, 17 de maio de 2011

A vida trollando mas eu ainda amando

Um autor desconhecido (Achei Tati Bernadi, Caio F.Abreu, Darth Vader dentre outros) uma vez disse isso:
‎" Aprendi a amar menos, o que foi uma pena, e aprendi a ser mais cínica com a vida, o que também foi uma pena, mas necessário.Viver pra sempre tão boba e perdida teria sido fatal."

Mas o Rafael Brazeiro diz o seguinte:

"Aprendi a amar menos, o que foi temporário, pois cada vez mais que a vida seguia eu aprendia que o amor so crescia independente dos meus fracassos, e aprendi a ser mais cinico com a vida, o que tambem foi uma pena, pois em diversos outros momentos precisei da minha inocencia, o que com muita luta consegui recuperar. Viver pra sempre tão bobo e perdido seria fatal, mas viver desacreditado para todos as possibilidades belas que somente quem enxerga a vida com os olhos abertos aprecia, não seria viver, mas sim, apenas existir..."
Porque eu acho que o amor, com todas as suas filhadaputagens, trollagens e angustias, ainda é simplesmente o amor, e ele sendo isso por si só, ja supera qualquer outra qualidade "ruim" que possa carregar, deixar de acreditar nele é ver a vida em preto e branco, enquanto podemos usufruir das visões boas e ruins em colorido!

Inaugurando mais uma sessão do blog chamada: Anti-depressivos Virtuais.
Até a próxima!

quinta-feira, 5 de maio de 2011

#01 Sithcast - Star Wars Day

Olá a todos os leitores do blog, como prometido segue o primeiro com o tema: Star Wars Day.


Reunindo alguns fãns hardcore (e um softcore) discutimos nossos apreços, desapreços, teorias e idéias de uma das mais amadas séries de cinema e tv de todos os tempos.

Participantes do cast:





Download Links: 4shared

Até a próxima e obrigado pelas visitas e comentários.

quarta-feira, 4 de maio de 2011

A arte contemporânea do desapego

Todos nós em algum momento da vida precisamos praticar o desapego, isso fará com que as dores resultantes das desilusões tenham um peso menor. Os seres humanos costumam viver em função do afeto, deixando o racional de lado e passando a agir com o coração. Enquanto que na verdade a razão deveria prevalecer, entender e praticar isso não vai fazer de você uma pessoa fria, mas dará mais subsídios para se tornar alguém realista.

A maioria de nós tende a entender que praticar o desapego tem a ver com o lado amoroso da vida, não é bem assim, podemos nos apegar aos mais diferentes tipos de coisas, sejam essas sapatos, roupas, carros, trabalhos, pessoas ou mesmo manias. Quantas pessoas voce conhece que não têm coragem de jogar fora aquele sapato velho porque fez parte de uma certa epoca de sua vida, ou mesmo alguem que nao troca de emprego por puro medo ou costume? Quando essas manias não interferem tanto na nossa vida, talvez até seja correto afirmar que seria um apego simples, tranquilo, um modo de se preservar ou guardar boas lembranças, mas e quando isso se torna algo prejudicial?

Conheço varios apegos que mereciam desapegos, eu mesmo ja passei por isso e posso afirmar mais ou menos como essas pessoas se sentem. Relações já sem sentido que sobrevivem apenas por um dos dois (ou os dois) não se conformarem com a separação ou por costumes que só os dois tinham? Mães que se possesam dos filhos tanto que os mesmos nao aprendem a viver sozinhos, ou mesmo como eu mesmo ja vivi, apego a um passado que simplesmente ja passou, um conjunto disso e de várias outras coisas que dão a falsa ilusão que "apegar-se" a algo ao ponto de se tornar obsessivo é uma maneira de preservar isso, enquanto que na verdade, estamos nos fazendo reféns em nosso proprio cativeiro.

É muito fácil aferrar-se às palavras e ações que os outros disseram e fizeram no passado; com isso criamos problemas e falsas ilusões. Agarramo-nos ao passado e negligenciamos o present. O mundo e a vida estão continuamente mudando; e assim, em vez de nos apegar ao passado, devemos viver uma vida nova e revigorada a cada dia. E tampouco devemos nos agarrar ao futuro e negligenciar o presente, porque o futuro é desconhecido e ainda está por vir. Lembre-se que o pilar mestre de tudo é o presente, sem ele o passado não passará de frustação e o futuro não existirá.

A vida não é um jogo de cartas marcadas, simplesmente em algumas (muitas) vezes nós vamos perder, vamos nos frustar ou simplesmente nos desiludir e o primeiro passo para desapegar-se disso é aceitar, como diria Fernando Pessoa:

"(...)Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará!Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo, sem aquela pessoa - nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade ."

Espero que tenham entendido a minha mensagem e que aprendam um pouco melhor a viver com isso, afinal viver não é fácil ou simples, por que voces acham que os recém-nascidos chegam ao mundo chorando? :D Boa Quarta-Feira a todos!

terça-feira, 3 de maio de 2011

Nova etapa

Pela primeira vez em tres anos o blog ta ganhando um padrão totalmente novo, diferente...

aguardem novidades além do podcast!

abs

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Primeira Vinheta do Podcast



Deixo com voces a vinheta que fiz hoje

Ps: Consegui que todos os navegadores tivessem compatibilidade utilizado o player do 4shared, 300x20 melhor que nada...o resultado foi o mesmo!

Domingo teremos o primeiro podcast, abraços!

segunda-feira, 18 de abril de 2011

18/04/11

Talvez esse seja o post mais curto de todos do meu blog...
eu so pensei a tarde toda numa frase que expressasse tudo agora...

"Simplesmente no silencio de tudo que foi dito, não há mais nada a fazer, além de esperar que o amanhã tenha o mesmo brilho intenso que o ontém não trouxe"

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Pensando alto...


Sabe quando voce tem tudo ao mesmo tempo passando pela sua cabeça? Dai o passado começa a atropelar o presente que por sua vez atropela o futuro que conseguinte fica ofuscado...um efeito dominó cada vez mais frequente, pelo menos na minha vida, visto o atual momento que me encontro. Dificil imaginar alguem com mais motivos para querer morar sozinho e me "individualizar" do que eu tinha, ou tenho...sei lá. Se voce amigo leitor der uma volta pelos arquivos do meu blog verá que é um ciclo, em determinadas epocas voce vai me encontrar como eu estou agora, meio desalinhado, confuso, por que nao dizer meio perdido? São epocas em que o pico das coisas da vida atingem tudo com tanta força que o trem descarrilha. Nao me entenda como alguem fraco, mas tem certas coisas que realmente desestabilizam muito a vida de alguem, voce tem as suas entao...por que eu nao teria as minhas?

Já fazem quase 4 meses que eu estou em SP, nçao vou dizer que foi tudo ruim, mas tambem tem muitas coisas que de certa forma deixaram a desejar ou nao tiveram o êxito esperado. Existiram N motivos para eu vir pra ca, muitos ja vieram a tona, outros continuam implicitos nas linhas menores, mas o fato é que muito daquela vontade e gás que eu tinha antes de vir, perderam a força. É como vc comprar um carro 0, usa-lo sem parar e sem se preocupar com as devidas manutenções, ele te deixa na mão e vc simplesmente fica na duvida entre comprar um novo ou consertar o velho.

Minha força de vontade ainda prevalece, assim como meus planos para a vida "pós formatura", aquele emprego bom ainda vai vir, ainda vao vir novos amigos, ainda...enfim, muitos ainda estão inclusos nessa frase, alguns dependem de mim, outros não e outros eu não faço idéia do que dependem.

Sempre fui otimista demais, talvez isso seja o motivo de eu nunca desacreditar em algumas coisas que talvez ja estejam desacreditadas, mas nao posso mudar isso, eu nao sei e nao pretendo saber diferenciar as coisas fadadas ao fracasso ou ao sucesso. Tudo na minha vida merece a devida importancia, até mesmo aquilo q nao tem importancia nenhuma. Mas confesso, eu gostaria as vezes de acordar de um certo jeito ai que pelo menos em certos fatores, iriam me fazer muito mais feliz.

Enfim, acho que nao sei que mensagem eu quis passar aqui, na real nao espero que voce leitor entenda o que eu falei, como o nome do tópico diz...estou pensando alto, e pensamentos se enrrolam neles mesmos, mas se voce ai é como eu, que adora tirar conclusões ou entender tudo que se passa a sua volta, e isso inclui esse post, vou resumir tudo numa pequeno paragrafo somente:

Não tem jeito, mesmo que nao tenham motivos maiores para eu querer as coisas que quero ou acredito, eu sempre vou acreditar que tudo tem um jeito, ou significado, ou na pior das melhores hipoteses, um aprendizado.

Entao...é isso...

segunda-feira, 11 de abril de 2011

No meu tempo...

Como um bom canceriano eu sempre prezo lembranças de epocas distantes ou não tao distantes. Ainda mantenho contato com muitas pessoas da velha guarda que me lembram o quanto engraçado, tenso, problematico, saudoso e nostalgico eram aqueles tempos. Quando somos pequenos sempre ouvimos nossos pais ou entes mais velhos falarem que o tempo deles era o melhor e que eles sim, viveram a verdadeira época de ouro, eu discordo e concordo...pra mim nao existiu época melhor que a minha infância, nao era o tempo mais seguro, mas nao se compara com a infancia que algumas crianças vivem hoje, as musicas e etc, tudo nao era tão globalizado, nao vou mentir e dizer que sou contra o ritmo que o mundo segue hoje, mas na real, as coisas mais simples tinham e ainda têm sim o seu valor.

Mas não to aqui pra comparar LCD com LED. Simplesmente vim compartilhar com voces coisas que eu vivi, e que muitos da minha "época" vão lembrar com saudosismo.

Super Nintendo...quem nasceu na epoca do Playstation 2 ou 3, Xbox ou Xbox 360 e derivados olha para nosso console "pai" e acha tudo tao besta, eu amo gráficos realistas, amo a possibilidade de jogar online e etc mas como não ficar "triste" quando olhamos para nossas crianças de hoje que nunca vão saber o que é jogar um "Campeonato Brasileiro 96 (com o sotaque peruano)",vibrar com a musiquinha de abertura do Super Mario World, criar calos nos dedos fazendo os "poderes" do Ryu no Street Fighter ou decorando os Fatalities do Mortal Kombat.

O mesmo vale para os jogos de PC, Doom, Duke Nukem ou Quake, as musiquinhas em Midi, os "IDDQD" "IDKFA" no Doom, os porcos do espaço do Duke Nukem ou a violencia "extremamente realista" do Quake. Nós nao jogavamos isso para sair matando pessoas depois, jogavamos para finalizar os games antes que nossos colegas e ganharmos moral. Com a atual evolução da internet as coisas se tornaram velozes, não reclamo mas me preocupo com os jovens que nao viveram a "frustação" de esperar meia hora para baixar uma mp3, alguns muitos minutos para carregar uma imagem num site, que nunca ouviram os barulhos do modem telefonico se comunicando com a internet ou nunca salvaram arquivos em disquetes que facilmente davam defeitos.

Mas saindo um pouco da visão de tecnologia e entrando na infancia mesmo em si, quantas crianças hoje voce vê comprando album de figurinhas na porta do colegio? Guardando as moedas do lanche para completar o album e ficando felizes ao ganharem uma bola ou uma cadeira de plastico nas premiadas? Não to falando dos albums com figurinhas em 3D, brilhosas ou em alta definição. Estou estou falando daquelas feitas num papel ralo fino, com temas como Mortal Kombat ou Times de futebol, comer balas de chiclete para guardar as figurinhas que vinham dentro...costumes tão simples e que conforme a sociedade "evolui" são perdidos.

Eu sou um saudosista sim, gosto de lembrar da epoca em que Dragon Ball Z era novidade e Pokemon era lançamento (e nao marketing como hoje, já na sua 12981092812 temporada), gosto de lembrar que o tamagochi foi febre e de quando eu comprava chocolate surpresa para colecionar os cards de dinossauros ou mesmo comprava a revista que vinha com as peças do esqueleto do T-REX. Gosto de lembrar de quando eu alugava VHS e curtia as musicas de abertura do Mickey, Donald e Pluto. Sinto saudade do cheiro de Giz de cera e pinceis coloridos da minha sala de alfabetização em Manaus, ou do bom dia e boa tarde que os padres nos faziam ouvir sempre antes de começar as aulas. Sinto saudade da emoção que tive quando ganhei meu primeiro super nintendo, de pessoas que cresceram comigo e hoje estão longe, de partes minhas que foram se perdendo conforme eu ia crescendo.

E vou sentir saudade daqui a alguns anos, quando em uma realidade totalmente diferente eu ler isso de novo e lembrar da epoca que eu era um jovem nerd, metido a escritor que teve e tem(terá) uma vida tão feliz.

segunda-feira, 28 de março de 2011

100 Fatos sobre mim

Inspirado no Twitter, listo aqui 100 coisas que voces ja devem saber (ou não sobre a minha pessoa)

1 - GTenho ansiedade
2 - Sou preguiçoso
3 - Sou Infantil
4 - Sou Chorão (quando eu menos quero)
5 - Sou um falso baixista, que so toca com cifras
6 - Leio no Banheiro
7 - Uso qualquer desculpa para não fazer algo que nao quero fazer =P
8 - Sou transparente, e sempre peço que sejam comigo, mesmo que nem todo mundo seja
9 - Sou muito desconfiado com tudo
10 - Sempre passo a imagem de bom menino, isso faz com que todo mundo me ache o certinho
11 - Não sei chegar em mulher
12 - Não sei demonstrar interesse, pareço um bocó sem cerebro
13 - Fico facilmente triste
14 - Fico facilmente alegre
15 - Preciso muito me sentir amado por todos que realmente me amam
16 - Me estresso com facilidade
17 - Componho melhor quando to triste
18 - Sou MUITO paciente
19 - Não tolero injustiças, principalmente quando não é comigo
20 - Se meus amigos me pedem, eu dou o meu jeito, mas faço
21 - Dificilmente volto atrás com uma palavra
22 - Exijo muita atenção
23 - Dou muita atenção
24 - Sou bom ouvinte e bom conselheiro
25 - Enjoo rapido de algumas coisas
26 - Não sei viver sem outras
27 - Ja me apaixonei por amigas
28 - Ja fiz pessoas se apaixonarem por mim sem querer
29 - Ja magoei muitas pessoas, inclusive quem nao deveria
30 - Ja fui magoado por pessoas que tambem nao imaginei
31 - Não sou perfeito, e muita gente ja me chamou disso
32 - Sou esforçado, enfrento tudo que for preciso para algo que eu quero
33 - Ja desisti de algo e me arrependi
34 - Ja insisti em algo e me arrependi
35 - Gasto dinheiro excessivamente
36 - Sou um amante de Dinossauros
37 - Fantasio com coisas que nao existem ,como Star Wars
38 - Ja quis mudar o mundo
39 - Tenho sede de independencia
40 - Sou capitalista, dinheiro e consumo pra mim é algo bom de se ter/fazer
41 - Sou sentimentalista ao extremo
42 - Ja fiquei com alguem sem querer ficar
43 - Ja ficaram comigo sem querer ficar
44 - Ja me vinguei
45 - Ja briguei feio com meus pais, e me arrependi profundamente
46 - Ja imaginei uma coisa, quando era outra
47 - Ja fiz sexo fora do quarto e fora de casa (e nao foi em local apropriado como motel :)
48 - Ja me imaginei melhor
49 - Ja me imaginei pior
50 - Ja falei que peguei um monte na balada, quando na verdade nao tinha pego nenhuma
51 - Ja menti pra me safar de uma fria
52 - Ja achei dinheiro no chao e nao perguntei de quem era
53 - Ja comi algo que nao gostava so pra agradar quem me deu
54 - Ja tentei fazer posições do Kama-Sutra
55 - Ja amei demais alguem que nao merecia
56 - Ja fui amado demais por alguem que nao merecia meu amor
57 - Ja odiei computadores
58 - Ja fiz uma conta fake no msn pra descobrir algo que suspeitava
59 - Ja fui afim de uma professora
60 - Nunca tive um amigo imaginário
61 - Dou selinho no meu pai
62 - Ja fiz sexo sem compromisso
63 - Ja me arrependi do 62
64 - Ja dirigi porre
65 - Ja vomitei porre
66 - Ja dei apoio pra um porre
67 - Ja fingi estar porre
68 - Ja fiz merda estando porre
69 - Adoro estar porre
70 - Ja tive vontade de fazer um tour sexual por Amsterdan como nos filmes
71 - Eu olhava pras pernas da Chun-Li qndo era menor
72 - Ja quis ser um Power Ranger
73 - Ja perdi dinheiro
74 - Ja quis ser cientista e reviver os dinossauros
75 - Ja troquei peças dos pcs de casa pra por no meu e melhorar ele
76 - Não sei viver sem relogio, me sinto nu quando saio sem um
77 - Odeio ser novato
78 - Sou muito sociavel, preciso de gente perto
79 - Me sinto velho quando vejo meus sobrinhos crescendo
80 - Ja me prometi coisas e nao cumpri
81 - Sou fissurado em Kiss
82 - Não sei viver sem musica
83 - Preciso ter a certeza do que está a minha volta, nao sei viver com duvidas e isso me chateia porque é impossivel.
84 - Sou ciumento, mas nao demonstro tanto
85 - Adoro Cinema
86 - Por mim todos os filmes de terror seriam sobre fantasmas e zumbis
87 - Sou um amante da tecnologia
88 - Quando ouço musicas, me imagino no palco tocando ou cantando elas
89 - Ja tive um ingresso VIP pro show do Kiss e nao pude ir
90 - Rio com bobagem, rio por nada e pra nada
91 - Sou depressivo as vezes
92 - Faria uma loucura por amor
93 - Sou cabeludo e odeio isso, porque fico soltando pelos
94 - Sou sonhador
95 - Ja quis morar no exterior
96 - Tenho fama de falso CDF, na verdade sou bem burrinho
97 - Ja quis correr pelado na rua gritando foda-se
98 - Ja odiei minha vida, hoje nao a troco por nada
99 - Sinto falta de muitas pessoas todos os dias
100 - Mas afinal, sou feliz

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Minha vida de "Adulto dependente"

Sou melancolico e dramático sim, por vezes frio e bruto, mas sempre amante da bucolica sensação de viver aquilo para lembrar-se depois. O Ócio aqui em casa me obrigou a pesquisar coisas no google, coisas que eu vi, lembrei, por vezes abri sorrisos e por outras fechei o cenho, mas no final, são lembranças de coisas que ja aconteceram e me fizeram lembrar de outras coisas que tambem aconteceram mais antigas ainda...

Vou me focar no meu dia de hoje, quando fui fazer compras e a ficha caiu "Nao tem ninguem aqui além de mim mesmo, eu preciso aprender como fazer"

Hoje fui fazer compras, engraçado que quando eu era menor e ia com o papai, pegava de tudo sem consultar nada, tudo era bom e barato...maldita idade adulta, nunca pensei que fosse passar mais de uma hora so escolhendo preços e vendo equivalencia de gramas... e a carne entao?

A Carne ta carissima, tive q comprar frango tbm q tava mais em conta, e carne de pescoço do porco pq tava mais barata que o lombo...

Lembro de uma vez que eu pedi pro meu pai comprar um biscoito pra mim que custava R$ 5,40 ele disse q nao pq tava caro...eu reclamei...na minha mente de criança, R$ 5,40 era uma mixaria, algo que eu juntava para comprar figurinhas, MAS PUTA QUE PARIU, R$ 5,40 faz uma diferença mto grande no "todo" da coisa, entao, papai, publicamente, me perdoe pelas minhas birras de criança...

Outra coisa que eu nunca tinha prestado atenção é no consumo de luz eletrica...
aqui no apartamento a gente economiza ao maximo dos maximos, luz ligada a toa, porta da geladeira aberta, ventilador ligado no frio... NÃO PODE! (e em pensar q la em casa eu ligava o ar-condicionado de tarde so pq eu tava afim de ver filme no frio...)

Eu lembro que ficava puto quando a minha mãe reclamava de eu estar estressando dizendo "tu nao tem problemas, ta reclamando de barriga cheia.
Doce inocencia a minha achar que nao saber equação da reta ou trigonometria era problema...nenhuma preocupação com prova de fim de ano supera a preocupação de voce ter ou nao um emprego, ou de ter ou nao a grana pras contas...

Mas enfim, ninguem pode fugir disso ne...frase pai e mae "quando meus males forem velhos, os teus serão novos",é meio verdade, pq esses males ai são os mesmos pra todo mundo SEMPRE, entao sao males velhos, que os mais velhos adiantam pros mais novos..

Agora licença que tenho q gerar o boleto da Unicamp q vence dia 10, junto com o condominio e o gás daqui...se cuidem!

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Não é uma despedida, é um até logo!

Olá meus caros amigos, leitores assiduos (oi?) do blog do Braza
Começo esse post dizendo algo que a maioria, se nao todos voces ja sabem...estou me mudando, vou partir rumo a novos horizontes e desafios...chegou a hora de começar a tomas as redeas da minha vida e viver a tão sonhada (ou temida) vida de gente grande...
Recebi meu grau de bacharel em Engenharia anteontem, numa cerimonia emocionante e gratificante, ver meus amigos que assim como eu, enfrentaram uma dura jornada durante anos e anos de estudo é gratificante...não sei bem quais os rumos que eles vão tomar agora, mas sei que serão voltados para o sucesso.

Como eu ja tinha postado outras vezes aqui, sempre tive vontade de morar fora de Belém, devido as projeções da minha carreira serem fracas (ou quase minimas) aqui no Pará, eu queria buscar um crescimento fora daqui. Nao estou falando mal do meu estado, muito pelo contrário, mas assim como num casamento, uma vida de amor sem dinheiro é uma vida frustrada por problemas consecutivos e cansativos.

São Paulo seria meu ponto de partida inicial pra esse mundo novo, mas é claro que como todos os planos que temos sofrem mudanças conforme o tempo, o meu nao foi excessão. Imaginava sair daqui há 2 anos, porém, uma necessidade maior que envolve muitas outras coisas, mas em especial minha vontade de independencia (nao sou rebelde, nao sou traumatizado com a vida ou muito menos orgulhoso, mas ter meu dinheiro, minha vida e nao dar mais trabalho pros meus pais é algo que realmente me enche os olhos). Acabou que minha viagem foi encurtada e eu consegui meu pontapé inicial menos de um ano depois de planejar tudo isso...não sei se eu mereci que Deus fosse tão bom comigo nesse 2010 e inicio de 2011, mas como Ele tem planos pra todos nós, eu enfrento minha vida sem medo, mas em compensação, já com muita saudade.

Definitivamente nao é minha primeira mudança, quando sai de Manaus tambem senti um aperto enorme no coração, ´pensando que talvez meus amigos deixassem de ser amigos com o tempo ou distancia, ou que eu nao fosse fazer amigos tao proximos como eles. Mas uma coisa eu aprendi, distancia não é nada quando o sentimento é verdadeiro, fiz amizades verdadeiras lá, fieis em quase 10 anos que sai de lá, fiz amizades aqui tambem, e sei que nao importa o quanto tempo demore pra eu visita-los ou quanto tempo eu fique sem dar muitas noticias, amigos são sempre amigos, familia é sempre familia!

Eu so queria deixar registrado esse momento tão importante na minha vida...o momento em que aquela vida simples em que nosso objetivo era somente estudar ja passou, agora, é hora de crescer, aparecer e dar orgulho aos que me querem bem.

Amigos, Família, Belém, Manaus e todo o resto que conviveram comigo nesse tempo em que passei de menino pra homem, obrigado! Sem voces nao seria metade do que sou hoje, nao teria conseguido nem um terço do que consegui...dedico minhas vitórias a voces! Saibam que isso nãoi é uma despedida, é um até logo, pois eu adoro viajar haha, e logo logo isso não sera problema pra mim tbm! (Mas isso é assunto pra um outro post)

Fiquem com Deus, e vamos partir e descobrir um novo mundo!

Rafael Cunha

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

PLANEJANDO O FUTURO - Parte I

Se desejamos ou almejamos algo para a nossa vida amanhã, devemos pensar e decidir sobre isso hoje.

Por que planejar o futuro?

Dentre as muitas considerações sobre planejamento, uma em especial chama a atenção:

“O planejamento não diz respeito a decisões futuras, mas às implicações futuras de decisões presentes.”
(Peter Drucker)

Ao longo da nossa vida é comum estabelecermos muitas metas e objetivos os quais pretendemos um dia atingir, tais como: fazer uma faculdade, conseguir um bom emprego, fazer uma pós-graduação ou MBA, aprender outro idioma, entre outros. Costumamos dizer que são os nossos “planos” para o futuro.

Outra coisa também muito comum são as queixas que fazemos ao longo do tempo, quando questionamos: por que muitos dos nossos “planos” não se concretizam?

A questão a ser analisada é: Será que realmente estabelecemos planos para o futuro, ou apenas mentalizamos e idealizamos coisas que desejamos um dia ter, ser ou conquistar e chamamos isso de planos?

O mais provável é que a maioria das pessoas, que se questionam dessa forma, estejam na segunda condição, mentalizam e idealizam coisas que um dia desejam ter, ser, ou conquistar e entendem que como seus "planos" para o futuro.

Fazer planos, no sentido amplo, é estabelecer um projeto que inclui uma série ordenada de ações de operações e de meios destinados a atingir um fim.

Logo, planejar o futuro não é simplesmente imaginar o que você quer no futuro, mas agir criando condições para que aquilo que você quer no futuro se concretize.

O Planejamento, que é o ato ou efeito de planejar, consiste em um trabalho de preparação no qual se estabelecem os objetivos, as etapas, os prazos e os meios para a sua concretização.

O que voce planeja?

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Inauguração do Blog 2011

Olá olhos de tandera, bem vindos a 2011, um ano cheio de coisas novas pra se desejar, novas decepções, novas conquistas e no fim de tudo as velhas coisas de sempre...

Vamos falar de mudanças, ano novo é sinônimo de mudanças, positivas ou não...quase sempre elas vêm, vou falar pra voces um pouquinho do meu 2010 e o que eu espero pra 2011.

Ó eu ja fui um cara muito planejador, ja pensei ter sob controle qualquer coisa que fosse minimamente arquitetada, acho que eu não tinha sentido na pele o acaso na minha vida, eu iniciei 2010 com um unico pensamento (pro ano todo), vou me formar e ponto final...e voces viram meu ano ne? Ganhei minha vidica, ganhei Campinas, ganhei um mar de leques e possibilidades...no final, eu nao tinha controle sobre porra nenhuma, acho que eram os "porra nenhumas" que tinham controle sobre mim, e acabou que 2010 foi um dos melhores anos da minha vida.

Aprendi a planejar conforme a maré, e no fim 2011 veio marcado de experiencias positivas pra mim e bons ventos a frente...

Mas esse post é so de boas vindas, o papo sério vem no próximo, que prometo mandar antes de mudar pra São Paulo...