Star Wars Tecnologia de coisa nenhuma...: Meus tempos de poeta....

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Meus tempos de poeta....

Nada Mais

Trancado e só, aqui estou, começo a pensar
o que eu fiz de bom pra alguem, nao sei o que falar
e olho de ralance a lua em tom de meia luz, algo de bom eu fiz
Yeah

Me sinto só, naquele escuro cinza, preciso de voce pra me satisfazer
eu nao quero saber o que pode acontecer, so quero saber de voce

Se eu sou um cara louco, entao sou louco por voce
Se eu faço burradas é pra acertar com voce
EU faço tudo só, o resto não importa mais,
Nada mais

Nao sei se estou louco, nao sei porque estou aqui
Pois quando erro com voce, eu me sinto tao mal
Entao deve ser porque, eu nao vivo sem voce
Por isso eu insito em dizer, que as vezes eu tenho um bom final

---------------------------------------------------------------------

Acaso

Olhado voce, eu lembro então, do passado
todo uma iniciação, serviu para despertar paixão
Nao sei porque isso foi acontecer
Mas sei porque nao vou deixar fugir

Agora estamos juntos, cada dia forte e bem
E nao mais lembro, o passado não convem
Nas historias de terror que eu costumava entrar
Voce me libertou para uma de amar

Eu nunca imaginei que pudesse ser assim
O mar pra mim, era só cor de marfim
mas com voce comigo assim, eu nao sinto turbulencia
e apenas descubro que tudo isso é consequencia
do amor que é descoberto, no prazer da inocencia

Amor existe por acaso, sentimento estranho de ser explicado
quando olho pra frente seguindo ao seu lado
nem mesmo a morte me deixa assustado

---------------------------------------------------------------------

SAUDADE

Saudade, de alguem que está aqui
saudade, porque insisto em te sentir
nao sei porquê, o que vou dizer
seria o medo de te perder

Saudade, Saudade, Saudade

Tao de repente, sem perceber
Em tudo que penso só penso em voce
E tão estranho, impossivel de explicar
Quando sinto a dor do coração apertar

Como é possivel, nao sei explicar
sem voce um pedaço sinto em mim faltar
e como entao poderei sobreviver
se esse pedaço um dia eu perder

Saudade, Saudade, Saudade

---------------------------------------------------------------------

CONQUISTOU
(Intro e Riff1)
No começo eu te expliquei, assim de um jeito meio diferente
Que o destino escolhe caminhos meio tortos pra cada um
Ideias passadas, esquecidas na estrada da vida, que era triste e fria como a madrugada
Eu ia te conhecendo, e aos poucos aprendendo, que o tempo se encarrega de então te ensinar
que a vida só é bela, quando voce olha pra ela e percebe que amanha alguem está a sua espera

(Pré refrão)
Tendo voce comigo, nao me sinto mais sozinho, e a cada segundo, cada vez mais voce é o meu mundo

(Refrão)
Voce me conquistou,
me fez acreditar...
que um brilho no olhar...(pequena pausa e então...)
Se faz apaixonar...

A Cada dia a cada hora não importa o tempo
eu nao sei como te tirar do meu pensamento
pensando bem, quem disse que eu posso fazer isso
Saudade sua eu tambem nao consigo largar
pois só um tempo sem voce...... Eu penso em morrer

(Refrão)

---------------------------------------------------------------------

Caminahdo por estradas, dificeis de percorrer qual seria o meu destino, se um dia vou morrer carregando toda a vida, o peso de responsabilidade o peso de obrigações, já que sou de maior idade Converso com o silencio, e ele me ecuta confusão que soma medo, me sinto um filho da puta por que eu sou assim, um dia eu descubro por fora tão feliz, e por dentro tão obscuro A lua tem suas fases, em um tempo aderente assim tambem eu sou, tão igual e diferente Escrevendo a minha vida, presa em subconsciente Quem sabe uma hora, eu seja mais real não sou triste, sou alegre, será isso o meu mal? enlouquecendo nesses versos, marco meu ponto final

Nenhum comentário: