Star Wars Tecnologia de coisa nenhuma...: 2010

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Alternativas...

Você já se viu preso em uma bifurcação, aonde dependendo do caminho, sua vida encontrará novos rumos?
Certo que sim, nossa vida é feita de escolhas, cada escolha seria uma renuncia, cada renuncia uma consequencia e cada consequencia acompanharia um prêmio (no sentido positivo e negativo).
Esse post é bem genérico devido ás idéias que são mostradas aqui serem aplicadas a vários temas que ja postei aqui, vide Teoria do Caos ou mesmo o próprio "Acaso", alternativas são os resultados dessas duas leis anteriormente citadas entrando em ação.
A Teoria do Caos diz que qualquer interferência, por mínima que seja num sistema dinâmico acarreta consequencias, o acaso complementa essa idéia, aonde simplesmente atitudes simples como falar com alguem em um ambiente pouco provável (orkut) acarrete uma consequencia (amizade, namoro ou tanto faz).
As alternativas estão ai para fechar essa linha de raciocínio, como um bom nerd e correndo pelo lado matemático da questão, pode-se dizer que:
Teoria do Caos + Acasos = alternativas.
Simples? Na Teoria sim, na prática é bem diferente, geralmente essas escolhas envolvem sacrificios, tristezas ou simplesmente indiferenças, simplesmente o preço do livre arbitrio...
A pior parte dessa equação é a Teoria do Caos estar presente nela, pois como a mesma é formada de sistemas não lineares (ou seja, sem resultado fixo) é impossivel determinar o resultado final...
Ou seja, se basear em formulas matemáticas pra sua vida é extremamente perigoso, não façam isso sem supervisão de adultos.

Minha dica? é muito simples...como sempre de forma abstrata eu explico pra voces:
Estou indo de carro rumo ao shopping, sei que vou chegar lá, talvez no meio do caminho o pneu fure e eu tenha que pegar um táxi, talvez eu esteja sem dinheiro pra táxi e vá de onibus. Talvez o maldito onibus nao pare e eu precise ir andando, talvez a rua que eu estivesse planejando ir esteja fechada, e eu precise pegar um caminho mais longo.
Final das contas? Eu vou chegar na porra do Shopping, porque é a porra da minha vontade!
Como eu vou chegar depende somente da minha dedicação em chegar lá! Não importa se seja sem o meu carro, ou sem dinheiro ou sem roupa...
Meu objetivo final tem uma concessionária pra eu comprar um carro novo, tem caixa pra eu sacar dinheiro e tem lojas de roupas a vontade.

Ser feliz é apenas questão de opção! Tenham um bom dia!

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Crescer, uma arte abstrata

Todo mundo almeja a tão sonhada independencia, ela parece ser um sonho tão completo quanto imaginamos nossa vida em uma casa própria, saindo e fazendo o que bem entende, comprando aquela coisa totalmente inútil e bem cara sem se preocupar em ditar pra alguem quanto foi ou o porquê de se ter comprado, sim, liberdade e vida própria, era pra ser isso mesmo, mas, será?
Há exatamente 10 meses atrás eu estava com o pensamento de que minha vida adulta ainda iria demorar, ora, tenho o ano todo pra decidir o que fazer, como fazer e pra onde fazer, vou me centrar só nos meus estudos, no meu estágio, na minha coleção e pronto...o resto é o resto, e tanto faz como vai ser, meu futuro é até o fim de 2010. MAS (sempre tem um "mas" né?) o tempo voa, a garça grita e o porco berra(?) e tão rápido quanto um raio, o fim do ano chegou, e simplesmente dois meses antes da minha formatura e com tantos planos e objetivos novos na cabeça eu me pergunto: "E agora?"
2011 será um ano de total mudança pra mim, até hoje meus planos se resumiam em estudar, estudar e estudar, passar de ano, tirar notas boas, não perder a hora e lembrar que com caneta vermelha não se faz redação...o ano seguinte muda da água pro vinho quando palavras novas como: pos-graduação, emprego, independencia e individualidade surgem. Um misto de excitação e medo toma conta de mim quando eu penso que o fim do ano agora é um divisor de águas, aonde uma vida completamente diferente brota como uma muda nasce com o inicio da primavera (que lindo, anota essa).
Eu creio que daqui há uns 5 ou 6 anos eu vou ler esse post novamente, talvez com alivio em ver q ta tudo certo, ou com uma certa tristeza talvez por nem tudo ter se saído como eu planejava... Mas uma coisa é certa, o meu futuro é agora, e ele so depende de mim para ser construido e bem sucedido, o que vier no meio do caminho fica na divisória entre uma pitada de sorte e um dedinho do acaso.

Bom fim de semestre para os futuros formandos, bom fim de semestre pra quem tem ainda uma jornada pela frente, bom fim de semestre pra todos nós que buscamos nosso lugar ao sol!

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Uma Lição de Vida em 30 Segundos

"Era uma vez um sábio muito conhecido, que cansado de conviver com os homens, havia escolhido uma vida simples, e passava a maior parte do tempo meditando.

Sua fama, porém, era tão grande, que as pessoas estavam dispostas a andar por caminhos estreitos, subir colinas escarpadas, vencer rios caudalosos – apenas para conhecer aquele homem santo. O sábio, como era um homem cheio de compaixão, dava um conselho aqui, outro ali. Mesmo assim, eles apareciam em grupos cada vez maiores, e certo dia uma multidão bateu à sua porta, dizendo que histórias a seu respeito haviam sido publicadas, e todos estavam certos que ele sabia como superar as dificuldades da vida.

O sábio pediu que sentassem e esperassem. Quando não havia espaço para mais ninguém, ele dirigiu-se ao povo que estava diante de sua porta:

- Hoje vou dar a resposta que todos desejam. Mas vocês prometem que, assim que tiverem seus problemas resolvidos, dirão aos novos peregrinos que me mudei daqui – de modo que possa continuar a viver na solidão que tanto almejo. Contem-me seus problemas.

Alguém começou a falar, mas foi logo interrompido por outras pessoas. Minutos depois, a confusão estava criada.O sábio deixou que a situação se prolongasse um pouco, até que gritou:
- Silêncio! Escrevam seus problemas e coloquem o papel na minha frente.

Quando todos terminaram, o sábio misturou todos os papéis em uma cesta, pedindo em seguida:

- Passem esta cesta por todos; que cada um tire o papel que está em cima, e leia o que foi escrito. Vocês podem escolher entre passar a ter o problema que está escrito ou vocês podem pedir seu problema de volta a quem os sorteou.

Cada um dos presentes pegou uma das folhas de papel, leu, e ficou horrorizado. Concluíram que aquilo que tinham escrito, por pior que fosse, não era tão sério como o que afligia o seu vizinho. Duas horas depois, trocaram os papéis, e cada um tornou a colocar no bolso o seu problema pessoal, aliviado por saber que sua aflição não era tão dura como imaginava.

Agradeceram a lição, desceram a montanha com a certeza de que eram mais felizes que os outros, e – cumprindo o juramento feito – nunca mais deixaram que ninguém perturbasse a paz do santo homem."

By: @PauloCoelho

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Post Genérico

Esse é o tipico post generico, daqueles em que eu não sei porque escrevi ou que realmente vou falar...é por pura vontade de escrever, fazer isso é bom, faz bem, me deixa mais leve, menos triste, mais vivo, mais...como dizer, mais leve!

O blog ja recebeu muito mais atenção minha, hoje, é so um deposito de idéias genuinas (ou quase) que me vêem a cabeça de tempos em tempos...parei pra dar uma olhada nos meus posts mais antigos...2009, como pode em tanto tempo as coisas terem mudado tanto, ideais, objetivos, pensamentos...a cada dia eu caminhava um pouco e só hoje consigo ver os resultados disso, desde 2009 prá cá eu tomei tomei várias atitudes, conheci várias pessoas, descobri que nao conhecia nada de outras...eu mudei!

Dentre essas coisas, todas essas, existiram atitudes cruciais, daquelas que te colocam na frente de uma bifurcação, a vida vai mudar drasticamente, disso voce ja sabe...mas não vai saber se é melhor ou pior, é tudo uma grande incognita, desde maio de 2009 com o meu primeiro post, até agora, setembro de 2010, eu me vi frente a frente a diversas situações dessas...não vou citar quais, mas refletiram profundamente na minha vida.

Eu descobri que afinal, elas me moldam, cada situação critica, seja boa ou ruim, mudando meu modo de pensar, mudando minhas atitudes e infelizmente, as vezes, meus ideais...antes eu achava que fazer planos era bom, mas eles desmoronam a cada mudança dessa, hoje eu vejo que é bom ter objetivos sim, ter em mente que voce quer cumpri-los e se preparar, muitas vezes o que vai te prender a eles será um unico fiozinho chamado esperança...

Eu descobri o significado de vários adjetivos que eu achava já conhecer...paciência, perseverança, humildade, DOR, sabedoria...eu me achava alguem bem treinado nisso tudo...talvez até treinado eu fosse, mas, nunca isso tudo me foi tão exigido quanto foi agora nesse espaço de 1 ano e 4 meses...

Cada passo dado é uma oportunidade, cada atitude é sentida agora ou mais a frente, cada decisão sua, por minima que seja, vai refletir em tudo...pense bem! Ninguem disse que ia ser fácil, ninguém disse que voce nao ia levar uma, duas, tres, dez, quinze, mil quedas da vida...a gente ainda vai cair muito, e se levantar muito ainda!

Como diria a celebre frase do clássico Rocky:
"NÃO IMPORTA QUANTAS VEZES VOCÊ LEVE SOCOS DA VIDA E CAIA! E SIM QUANTAS VEZES VOCÊ SERÁ CAPAZ DE LEVANTAR!"

Fiquem com Deus

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Você é paciente?

Primeiro de tudo, gostaria de pedir desculpas aos [poucos] leitores do blog...sei que deixei meu espaço aqui meio que entregue as traças, mas as coisas aconteceram rápido demais nesse curto espaço de tempo [que pareceu bem longo] mas tudo está nos seus trilhos agora...ou pelo menos, por agora.

Hoje vamos filosofar, sim, é isso mesmo, as velhas filosofias de vida estão de volta...e por que não dizer...renovadas! Afinal a mente precisa estar aberta para novas experiências e sempre renovando as já conhecidas.

Paciência, ah, a tão amada e odiada paciência...que nos faz ficar entre a cruz e a espada, odiada como eu já disse por muitas vezes nunca ser alcançada, e amada por nos fazer enxergas as coisas com mais clareza, amiga da ansiedade e dos grandes prêmios, inimiga da racionalidade e mais do que em qualquer outra época da história, necessitada nos tempos atuais.

Resolvi falar dela, pois ultimamente tem sido uma provação muito grande pra mim encarar esses ultimos meses do ano, nessa reta final eu confesso, a ansiedade as vezes se distancia alguns metros da sua concorrente, a paciencia. E isso afinal traz grandes momentos de...tristeza? Não, não seria tristeza em si, a palavra certa para isso é angustia. Nem melhor nem pior do que sua equivalente, a angustia te deixa sem vontade, te tira as forças, e quando somada com os eventuais (e perfeitamente casuais)tropeços da vida, tudo se mistura e se torna um novo sentimento, que prefiro nao dar nome e nem dizer como é, voces todos leitores ai ja sabem do que se trata e concerteza ja sentiram também!

É preciso se agarrar com firmeza naquilo que você almeja, é preciso acreditar, é preciso saber que vale a pena. Talvez seja muito fácil se deixar desistir, esquecer tudo e partir pra algo mais rápido ou mais fácil, mas só aquele que sabe o valor do tesouro, sabe o quão dificil será obtê-lo. Não basta so querer ou se sentar e esperar "pacientemente" que aquilo chegue, quando me vem na cabeça a idéia de desistir de algum proposito meu, quase que automaticamente a resposta a isso vem em seguida:
"Desistir é fácil demais"

Então, mais do que uma virtude, mais do que um habito, ser paciente é uma necessidade. As maiores glórias são colidas a longo prazo, e eu sei que eu serei um vencedor, prefiro que pensar que meus prêmios já estão comigo. Me imagino numa grande estrada, logo a frente está o báu do canudo da faculdade, mais adiante um báu contendo o meu amor, adiante um báu contendo emprego... Eles andam sozinhos? Claro que não, mas eu tambem não contro-lo a velocidade que eu caminho para alcança-los.

Concluindo a mensagem de hoje, seja paciente! Mas não apenas esperando, seja paciente respeitando o seu tempo, o seu limite e principalmente, tendo em mente seus objetivos!

Espero ter colaborado em alguma coisa com voces hoje, fique com Deus e até a próxima!

sábado, 10 de julho de 2010

As conclusões, Duvidas e Sugestões do que rolou na copa (além da jabulani)

Agradecendo o espaço cedido pelo Braza, aproveito pra me apresentar. Me chamo Antonio Lucas Bergh Pereira, prazer. O porquê do nome todo? É que tem gente que me chama de Antonio, de Lucas, de Bergh... tá, ninguém me chama de Pereira, mas já me acostumei com a ideia de não ter nas mãos a escolha de qual dos meus nomes as pessoas usam pra se dirigir a mim, então prefiro deixá-los à vontade.
Sou brasileiro, paraense, católico, estudante de Direito, (ex) jogador de basquete, boêmio nas horas vagas (se é que isso faz sentido) e barão, sendo essa última qualidade uma piada interna que não deu pra segurar, e que a preguiça me impede de explicar.
Feitas as apresentações, devo dizer que não sabia muito bem o que fazer aqui, afinal, um blog intitulado “Tecnologia de Coisa Nenhuma” definitivamente não é pra mim. Não é que seu seja um analfabeto no assunto, é que, sendo esse blog comandado pelo Braza, não me resta muito que falar. Mas, felizmente, pelo que eu pude perceber dos posts mais recentes, e pelo que o próprio dono do blog já me informou, isso aqui é pra falar sobre qualquer coisa.
É por isso que eu resolvi falar de Copa do Mundo.

– protege os ouvidos das vaias –

Mais um “cara de humanas” que vem pra lembrar as pessoas das mazelas sociais que são temporariamente esquecidas a cada quatro anos? Nãããão... Além de ser clichê demais prum blog, não foi à toa que, antes de estudante de Direito, me apresentei como brasileiro.
Pois é, essa copa deu muito assunto por aí. Começando, aliás, pela tecnologia. Se de um lado a rapidez da Jabulani gerou reclamações dos jogadores, do outro foi a lentidão e as outras tecnologias aplicadas nos replays que entregaram muita gente, dentre jogadores e, principalmente, árbitros...
E as polêmicas não param por aí. Uma delas, a maior de todas, que não deixa de aparecer na cabeça de todo o brasileiro sempre que “polêmica” e “Copa do Mundo de 2010” aparecem na mesma frase, se traduz em um nome próprio, pouco comum por sinal. Dunga.
A escalação, exaustivamente apedrejada até por quem minimamente sabe o que é futebol, incluía nomes de potenciais vilões, como Felipe Melo, de jogadores que, na opinião da maioria, não deveriam estar ali, como Grafite e Kléberson, e excluía nomes de potenciais heróis, uns já consagrados, como Ronaldinho Gaúcho, outros recentemente revelados, como Neymar e Paulo Henrique Ganso, que é paraense.
Autor ainda de outras decisões controvertidas, como manter um Kaká “pendurado” num jogo ganho contra a Costa do Marfim, e recusar apoio psicológico profissional ao grupo, fato que só subiu à tona – ou que pelo menos só chegou ao meu conhecimento – depois do jogo contra a Holanda, em que os nossos jogadores perderam completamente o foco após o empate adversário, culminando com a expulsão do Felipe Melo e a nossa desclassificação, Dunga não teve um trabalho fácil. E não poderia ser diferente, já que, no país do futebol, de médico, louco e técnico da seleção, todo mundo tem um pouco.
O que era pra ser o clímax de todo um trabalho comandado pelo capitão do nosso time de 1994, que esteve à frente da seleção brasileira como técnico desde o segundo semestre de 2006, acabou se tornando um grande fiasco. Tudo em nome da coerência!
Mas nem todas as polêmicas dessa copa foram ruins. Na verdade, a gente tem motivo de sobra pra dar risada. Basta lembrar do Maradona, que, como todos os brasileiros, já devia saber que jamais ia precisar correr pelado publicamente quando prometeu fazê-lo caso fosse campeão.
Olha, confesso que esse parágrafo aí em cima em particular, apesar de curto, me deu gosto de escrever. Engraçado, sendo os únicos que fazemos questão de chamar de “irmãos”, na língua deles, inclusive, os nossos hermanos nos deram, sem dúvida, a maior alegria dessa copa, ou 4 x 0 é melhor que 2 x 1?
E ainda tem muito mais. Tem a maravilhosa paraguaia Larissa Riquelme, as vuvuzelas, a “bafana bafana”, o “cala boca galvão”, as palavras antirracismo pronunciadas pelos capitães das seleções antes das partidas, a volta pra casa antecipada de franceses e italianos e o domínio da América do Sul na fase classificatória, a eliminação do Uruguai, o último dos sulamoicanos, digo... sulamericanos, e o domínio da Europa no “mata-mata”, a espera pela final que promete engordar, com holandeses ou espanhóis, a lista dos países que já conquistaram uma Copa do Mundo... a lista segue.
Logo após a derrota brasileira diante dos holandeses, vi na TV uma sequência de pessoas comuns serem abordadas nas ruas e perguntadas sobre o sentimento de “já era” que ficou depois da derradeira partida da seleção na copa da África do Sul. A resposta que mais me impressionou foi a de um moleque, aqui não no sentido pejorativo, que disse, não lembro se com essas palavras, que “não dá pra ganhar sempre”, com a maior cara de despreocupado.
Talvez, por ser criança, esse garoto não tenha a capacidade de entender o peso de uma decepção desse tamanho, com esforços gigantescos não recompensados, e expectativas sem número frustradas. Talvez... mas o fato é que 2014 vem aí, e, se esse papo de 21/12/2012 não melar tudo, essa copa eu vou assistir ao vivo, e vou cobrar esse hexa de novo!

Por: Lucas Bergh

terça-feira, 6 de julho de 2010

O pior do amor...

O pior do amor não é a solidão, o vazio, a sensação de faltar um pedaço, a expectativa constante de encontrar alguém diferente. Porque na solidão, está o desejo de um outro.
O pior do amor não é o susto do encontro, a ansiedade de saber se está apaixonado, o medo de dar tudo errado, a indecisão sobre o mais certo e o mais errado a se fazer, não é aquela insegurança e atrapalhação dos primeiros momentos. Porque todos os inícios são deliciosos pelo prazer de ter coragem pra começar.
O pior do amor não é a idealização do outro, a desconcentração, a perda de si mesmo e o olhar estranho para o restante do mundo. Não é essa sensação de que finalmente encontramos o que estávamos procurando, e o terror de perder tudo isso de uma hora pra outra. Porque nos primeiros sonhos, estão o brilho da paixão e a alegria.
O pior do amor não é a realidade, o dia-a-dia, o tédio, a rotina, a percepção de quem é realmente aquele que você ama, não é ver todos os defeitos, não é se decepcionar e magoar com o que o outro pode fazer, não é o abrir de olhos para aquilo que tu nunca viu. Porque na realidade estão a maturidade e os principais ganhos.
O pior do amor não é o montante de bobagens que fazemos, nossas escolhas erradas, não é quando fazemos o pior tentando o melhor, não são os erros, não é olhar para o outro e ver como somos capazes de magoá-lo, não é baixar a guarda e ser ferido. Porque em todas as tentativas, está a vontade de acertar, está o cuidado em ser o melhor que podemos.
O pior do amor não é a carga negativa dos sentimentos ruins, não é o ciúme, a inveja, a mágoa, não é o egoísmo, não é enxergar nossas próprias fraquezas, não é o abandono, nem a infantilidade. Porque é o lado escuro que dá sentido ao claro.
O pior do amor não é quando tudo começa a escorrer entre os dedos,quando temos a sensação horrível de que vai acabar a qualquer momento, quando tentamos, em vão, fazer o tempo voltar pra salvar o que já está perdido, não são as tentativas desesperadas de evitar o fim. Porque mesmo na dor, ainda há aprendizado e luta.
O pior do amor não é nem mesmo ser rejeitado, não ser escolhido, porque no sonho houve esperança.
O pior do amor não é nem mesmo o fim, a saudade, a tristeza de deixar ou ser deixado, porque mesmo isso tudo deixa algo para guardar e fazer história.
O pior do amor é a espera… É a indiferença. Especialmente quando a espera é por quem não vem.

Vivi, 28/03/10

domingo, 20 de junho de 2010

A arte de Pensar

Por Zuriel Seixas - Meu sobrinho de 11 anos!

Pensar nada mais é do que fazer interpretações sobre determinado assunto. Essa interpretação torna a vida mais complexa e mais desenvolvida, pois a apartir de um pensamento pode passar a existir outros mais bem desenvolvidos. O pensar só é mais uma forma de se expressar no mundo. Ele é a principal ferramenta da interpretação, que mostra não ser uma coisa única, ou seja, possam existir outras maneiras.
Eu me ponho a pensar que a Arte de Pensar nos põe a ter mais curiosidade sobre as coisas, pois quanto mais pensamos sobre algo mais queremos saber dele. Todo o ser Racional é capaz de pensar. Aquele que se dedica ao pensar compromete-se a fazer novos pensamentos, afinal o pensar nunca acaba, existe sempre um novo pensamento, isso só torna claro que a cada momento se vem a existir um novo pensador.
O pensar se abre para aquele que busca sempre fazer novas interpretações. Para se poder usar o pensar basta que a pessoa se ponha a expressar suas idéias. Esse é o principal fundamento do pensar.
Bom... Para encerrar conto que para quem busca ser um grande pensador é necessário pensar mediante conceitos para nunca deixa-los sem serem interpretados.

quinta-feira, 10 de junho de 2010

O que ja fizeram por voce?

Você já parou pra pensar o que alguém já fez por você?
Alguém certamente já segurou a porta do elevador pra você, já lhe ofereceu lugar pra sentar no ônibus ou numa sala de espera. Alguém já deve ter lhe dado flores de aniversário, ou então aquele presente que tanto você queria. Alguém já deve ter lhe dado conselhos quando você precisava,ou até mesmo quando achava que não precisava, afinal, conselhos quando a gente não pede, são sempre bem vindos. Alguém já passou margarina na sua torrada? já lhe ofereceram "carona' no guarda chuva naquele dia em que você saiu desprevenido? Já lhe deram um sorriso somente por terem passado por você na rua?
As vezes é bom parar pra pensar no que as pessoas têm feito por nós.
E nós? Pra quantas pessoas você já segurou a porta do elevador? pra quantas pessoas você ofereceu "carona" no seu guarda chuva? Já sorriu pra algum desconhecido hoje apenas por sorrir? Pense nisso... Pequenos gestos. Grandes mudanças!

Hoje resolvi escrever sobre isso porque uma pessoa tem feito muitas coisas por mim.
Alguém, num dia bonito de março, surgiu do espaço me chamando de sorridente. Nesse dia ele me deu uma das coisas fundamentais pra que hoje eu estivesse aqui escrevendo sobre isso, me deu a oportunidade de conhecê-lo, ja que foi muito gentil respondendo o recado-resposta que lhe enviei. Foi ali que começou uma das coisas mais lindas que já me deram até hoje, foi ali que começou uma bela, divertida e inexplicável história de amor.
Alguém já atravessou o mapa do seu país por amor a você?
Embora seja bonito saber e falar isso, não importa o tamanho do caminho percorrido e sim a atitude de ir em busca do que acreditamos que seja bom pra nós. Ele poderia apenas ter atravessado a rua e eu seria grata da mesma maneira. Porque o que ele fez foi dar a chance ao novo, ao desconhecido. Não se sabe se aquela fruta estranha é boa se não prová-la não é?
Então andei pensando sobre o que as pessoas ja fizeram por mim, e cheguei a conclusão que isso foi uma das coisas mais importantes que ja fizeram.
Então eu fico lembrando das coisas que vivi graças a ele ter feito isso por mim..
Viajo na roda gigante.. respiro fundo em meio a espelhos e sorrio sozinha ao lembrar do perfume que vem automaticamente embriagar minhas borboletas. Ele me deu alguém em quem eu posso confidenciar meus segredos, contar minhas idéias malucas, cantar desafinadamente ao telefone, escrever coisinhas bobinhas e romanticamente melosas, pensar e ter a certeza de que, alguém, também pensou em mim.
Todos os dias ele continua fazendo coisas por mim. Me faz acreditar em coisas novas..me acrescenta tantas coisas boas.. pensamentos diferentes sobre como pensar no futuro..e como agir no presente.Acrescentou músicas novas... filmes novos.. sonhos novos...
Mudei não só meu status de relacionamento do Orkut,mas também minha operadora de celular e meu sotaque!
Ganhei amigos fantásticos!( um salve especial pra Jenni \o/ ).
Ganhei praticamente um pc novo (que não funciona, mas tudo bem, heheh).
Ganhei um Pi.
Ganhei um sonho de florzinhas trigêmeas.

Ganhei novas expressões como: "Compilar" que são estímulos tumtumpáticos produzidos por glândulas que interligam sistema cedilhapênico ao centro lollipopiano intrareal.
Ganhei um espírito de guerreira Jedi!

E então, ele poderia ter sido o cara que cedeu lugar na fila do banco pra mim um tempo atrás, ou então aquele que passou por mim na escada rolante no shopping e sorriu educadamente. Ele poderia ser o cara que recita poesias todo prateado no Parque da Redenção ou então o rapazinho que entrega o gás cantando e sorrindo(aliás, eu admiro muito, o cara carrega um peso danado nas costas e ainda sorri e canta, como se levasse ali um saquinho de algodão). Enfim, ele poderia ter sido mais um que me fez uma gentileza e pronto. Mas não. Ele foi além. Sem querer nada em troca ele foi indo.. com um coração bom, sem malicias, com respeito, com dignidade de homem que sabe no que acredita e defende suas teorias, (algumas malucas) mas jamais esquece quem é e de onde veio. Ele poderia ter sido só mais um....mas não foi!

Viram aonde eu queria chegar?
Façam sem pedir nada em troca... abram o coração para o novo. Mudem!

Quando menos se espera alguém aparece e muda sua vida pra sempre.

Vivi Bazílio.

terça-feira, 8 de junho de 2010

E essa tal de internet?

Internet, globalizaçao, conexão, rompimento das fronteiras, homogeniedade das culturas, perigo, pornografia, trabalho, amizade e tudo mais... Internet...tão polêmica e tão AMADA ao mesmo tempo...afinal, E essa tal de internet?

Assim como o avião surgiu para facilitar a vida do homem, tornando as distancias cada vez menos distantes, a internet surgiu com o mesmo proposito e indo muito mais além, tornar as distancias "inexistentes"(note-se que eu ponho aspas aqui)... afinal, pergunte pros seus avós (ou pais) como eles faziam quando aquela viagem ou mudança inesperada surgia? isso mesmo meu amigo, somente bilhetinhos ou cartinhas que demoravam...hummm...deixa eu ver, no caso dos meus pais que moravam no interior, em média uma semana ou duas para chegarem um nos outros (isso no mesmo estado)

Meio mês sem contato, cade o celular? cade o email? cade a webcam e o msn? NADA...mesmo porque NÃO EXISTIA, ou seja, eram duas semanas totalmente no escuro, sobrevivendo apenas de esperanças (por isso, essa tal senhorita é a ultima que morre), e adivinhem, aos trancos e barrancos meus pais estão juntos há 42 anos haha!

E os sequestros? E as mortes? Assaltos e furtos? Sempre existiram meus caros, tudo que é novidade vem acompanhado, de coisa boa e coisa ruim, ou voce acha que aquela carta anonima que chegava pra dona Chiquinha avisando que o Dagoberto tava pegando a filha do dono da padaria tambem não causava polêmica e ate morte? (Cornos são imprevisiveis)

Ora, e os jornais? Fulana conheceu ciclano pela internet e ele matou ela...
Muleque de 7 anos é pego vendo pornografia, Pedofilos atacam em salas de bate papo...

Vou ser hipocrita e dizer que nao facilitou mais as coisas? Claro que facilitou, mas ao mesmo tempo que facilita coisas ruins, facilita as boas tambem! 60% dos meus maiores amigos hoje têm ou tiveram algum contato inicial comigo pela internet...e eles sao loucos ou maniacos? SIM!!! Mas num sentindo bem legal hahahahaha!

Logo, conclui-se que até mesmo um pão, cortado em minusculos pedacinhos, vai possuir dois lados, tudo tem dois lados, sua bunda tem dois lados, seu rosto tem dois lados, seu fone de ouvido tem dois lados (ouvir fone com um lado só é uma merda)!

Por que entao a tal da internet não teria? Vamnos respeitar o lado bom, e fugir do lado ruim, afinal ninguém aqui é tolinho pra fazer cagadas e culpar os outros ne? O segredo de viver bem não é so aproveitar a vida, é aproveitar o melhor de cada momento da vida, isso inclui é claro, aproveitar o melhor das coisas que os momentos da vida possuem! Filosofico nao? Eu sei! Até o próximo post

PS: Desculpem a demora pra postar, ando meio ocupado!

quinta-feira, 20 de maio de 2010

- Viagem

Post expresso, daqui a pouco to embarcando pra Porto Alegre!
Lembram-de tudo que escrevi até agora aqui? TÁ VALENDO A PENA!

Só quem é de verdade, sabe quem é de verdade!

Viva intensamente seus momentos felizes, e quando aquela oportunidade unica pintar, nao exite, vá atrás!

Obrigado a todos que torcem por mim!

e pro meu amor...

TO CHEGANDO!!!!

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Meus tempos de poeta....

Nada Mais

Trancado e só, aqui estou, começo a pensar
o que eu fiz de bom pra alguem, nao sei o que falar
e olho de ralance a lua em tom de meia luz, algo de bom eu fiz
Yeah

Me sinto só, naquele escuro cinza, preciso de voce pra me satisfazer
eu nao quero saber o que pode acontecer, so quero saber de voce

Se eu sou um cara louco, entao sou louco por voce
Se eu faço burradas é pra acertar com voce
EU faço tudo só, o resto não importa mais,
Nada mais

Nao sei se estou louco, nao sei porque estou aqui
Pois quando erro com voce, eu me sinto tao mal
Entao deve ser porque, eu nao vivo sem voce
Por isso eu insito em dizer, que as vezes eu tenho um bom final

---------------------------------------------------------------------

Acaso

Olhado voce, eu lembro então, do passado
todo uma iniciação, serviu para despertar paixão
Nao sei porque isso foi acontecer
Mas sei porque nao vou deixar fugir

Agora estamos juntos, cada dia forte e bem
E nao mais lembro, o passado não convem
Nas historias de terror que eu costumava entrar
Voce me libertou para uma de amar

Eu nunca imaginei que pudesse ser assim
O mar pra mim, era só cor de marfim
mas com voce comigo assim, eu nao sinto turbulencia
e apenas descubro que tudo isso é consequencia
do amor que é descoberto, no prazer da inocencia

Amor existe por acaso, sentimento estranho de ser explicado
quando olho pra frente seguindo ao seu lado
nem mesmo a morte me deixa assustado

---------------------------------------------------------------------

SAUDADE

Saudade, de alguem que está aqui
saudade, porque insisto em te sentir
nao sei porquê, o que vou dizer
seria o medo de te perder

Saudade, Saudade, Saudade

Tao de repente, sem perceber
Em tudo que penso só penso em voce
E tão estranho, impossivel de explicar
Quando sinto a dor do coração apertar

Como é possivel, nao sei explicar
sem voce um pedaço sinto em mim faltar
e como entao poderei sobreviver
se esse pedaço um dia eu perder

Saudade, Saudade, Saudade

---------------------------------------------------------------------

CONQUISTOU
(Intro e Riff1)
No começo eu te expliquei, assim de um jeito meio diferente
Que o destino escolhe caminhos meio tortos pra cada um
Ideias passadas, esquecidas na estrada da vida, que era triste e fria como a madrugada
Eu ia te conhecendo, e aos poucos aprendendo, que o tempo se encarrega de então te ensinar
que a vida só é bela, quando voce olha pra ela e percebe que amanha alguem está a sua espera

(Pré refrão)
Tendo voce comigo, nao me sinto mais sozinho, e a cada segundo, cada vez mais voce é o meu mundo

(Refrão)
Voce me conquistou,
me fez acreditar...
que um brilho no olhar...(pequena pausa e então...)
Se faz apaixonar...

A Cada dia a cada hora não importa o tempo
eu nao sei como te tirar do meu pensamento
pensando bem, quem disse que eu posso fazer isso
Saudade sua eu tambem nao consigo largar
pois só um tempo sem voce...... Eu penso em morrer

(Refrão)

---------------------------------------------------------------------

Caminahdo por estradas, dificeis de percorrer qual seria o meu destino, se um dia vou morrer carregando toda a vida, o peso de responsabilidade o peso de obrigações, já que sou de maior idade Converso com o silencio, e ele me ecuta confusão que soma medo, me sinto um filho da puta por que eu sou assim, um dia eu descubro por fora tão feliz, e por dentro tão obscuro A lua tem suas fases, em um tempo aderente assim tambem eu sou, tão igual e diferente Escrevendo a minha vida, presa em subconsciente Quem sabe uma hora, eu seja mais real não sou triste, sou alegre, será isso o meu mal? enlouquecendo nesses versos, marco meu ponto final

quarta-feira, 5 de maio de 2010

-O Principio da troca equivalente!

"Nada pode ser obtido sem uma espécie de sacrifício. É preciso oferecer algo em troca de valor equivalente. Esse é o principio básico da alquimia chamado lei da troca equivalente, ja foi acreditado que isso era absoluto. Mas o mundo não é perfeito e não existe nenhuma lei que explique tudo nele. Nem mesmo essa lei aqui abordada, mesmo assim continua-se a acreditar que não é possível ganhar algo sem fazer sacrifícios. Acreditamos que a dor pela qual se é submetido, com certeza é um sacrifício válido para que se possa conseguir alguma coisa, assim, acredita-se também que, qualquer ser pode conseguir o que quiser, se tiver algo equivalente para dar em troca.
A Troca Equivalente não é uma lei fundamental para o mundo, mas ela existe!."

O principio citado e auto explicado acima é muito usado no anime full metal alchemist, mas como eu sou um cara realista (apesar de não parecer), eu gosto de me utilizar desses principios e encaixa-los na vida real...
Então, vamos falar das trocas equivalentes na vida de cada um!

O PRINCIPIO DA TROCA EQUIVALENTE - por: Rafael Cunha

Bom, na minha opinião, SIM, a troca existe, mas nem sempre é equivalente ou rápida como na alquimia, é preciso paciência, força de vontade, determinação e (por que não) uma dose de loucura? Afinal os maiores planos que a gente faz sempre vêm acompanhados do seguinte pensamento: `"Parece Loucura, mas eu quero!".

Vamos analisar por partes, a troca equivalente se baseia no principio de "Dar algo" para "colher algo", e se você entrega um algo muito valioso, recebe outro de mesmo valor, nada se desfaz, apenas se transforma, entramos assim numa semelhança com o principio de conservação da massa ou Lei de Lavoisier, mas isso não é o foco, vamos continuar no nosso dia-a-dia.

Você já fe planos? Claro que sim, todo mundo faz, planos errados, planos certos, planos inexistentes`, planos sem base...voce ja pensou que para cada um desses planos existe uma troca? A lei nao é absoluta mas é comum pessoas dizerem "Eu poderia ter me esforçado mais", isso é a lei entrando em vigor, se seu objetivo era muito alto e valioso, voce deveria ter dado mais de si mesmo!
No mesmo plano de pensamentos temos aquelas pessoas que dizem "Eu dei o meu melhor, mas nao consegui", se as trocas são equivalentes por que algo deu errado? Ai entra o acaso, a teoria do Caos...o mundo é feito de leis e todas elas se comunicam...

E assim como existem várias leis, existem vários sistemas para que essas leis se adaptem, como meu foco aqui é somente a vida cotidiana, posso então afirmar que:

Não necessariamente é de uma forma boa, mas a troca existe, exemplos:
- Você é promovido no trabalho, em troca, perde parte da vida social
- Você perde um amigo hoje, porém encontra outro melhor amanha
- Termina um namoro para arranjar outra namorada
- Sacrifica alguns anos em prol de um objetivo

Em relação a isso, sempre vai haver compensações, sempre você dará esforço para conseguir algo que almeja, sempre voce vai ganhar algo em troca do que perdeu... basta apenas abrir os olhos para isso tudo!

Sempre há um sacrificio a se fazer, para ter algo que se quer!

"Deus enviou seu filho Jesus Cristo para morrer e pagar pelos pecados dos seres Humanos, a morte compensou os pecados, a troca foi feita, a lei entrou em ação" - Rafael Cunha

Boa Semana para todos!

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Vamos falar de Ex?

Não sei como tem gente que tem raiva de ex-amor ( ex-paquera, ex-namorado, ex-noivo, ex-marido ). Amores que acabam fazem parte da história de uma pessoa, tantos como os amores do momento, assim como os amores que virão. Se um dia amei, é porque vi naquela pessoa coisas que me encantaram, me arrebataram, se encaixaram comigo e me ajudaram a ser quem sou hoje. Negar o valor de um ex-amor é negar uma parte de si mesma. Até os que foram um tremendo erro, até os que me abandonaram, até mesmo os que me fizeram sofrer horrores, gosto ainda deles, e os respeito como amores que foram. Não desejo o mal, não os esqueço, não os diminuo, nem os apago. Os ex- me ensinam que é uma delícia olhar pra trás e ver que, dores à parte, somos capazes de superar um amor perdido e continuar com as boas lembranças, prontas para cometer novos e deliciosos erros. O movimento da vida é bom, inclusive no amor.

Não tenho raiva de nenhum deles, os meus ex-. Nem do que traiu, me beijava tão bem. Nem do que me deixou, mas me fazia sentir tão amada. Nem do que me cansou, mas me ensinou tantas coisas. Nem do que me enganou, mas fazia meu coração disparar ao menor sinal da sua presença. Alguns eu tenho muita pena de ter perdido. Outros eu tenho muito arrependimento de ter deixado. Outros eu tenho alívio por terem sumido. E outros eu fico me perguntando o que foi mesmo que eu enxerguei pra um dia estar apaixonada. Mas nenhuma das minhas paixões, nenhum deles eu riscaria do meu caderninho de recordações. Prefiro lembrar, sempre. Lembrar de tudo, o máximo que conseguir, pra não me deixar esquecida de mim mesma.

O prefixo ex-, que vem da preposição latina exe, indica que houve um “movimento para fora”; algo saiu de onde antes estava tão bem ajeitado. Algo era, mas deixou de ser. E por isso, usado sempre com hífen ( pra que as coisas fiquem BEM separadas ), o ex- vem indicar que coisas mudaram, mas ainda há uma palavrinha inteira lá, depois, pra mostrar o tamanho da importância que a pessoa teve.

Por outro lado, também não entendo como tem gente que vira melhor amiga de ex-amor. Não entendo como pode ser servida a água limpa e purificada da amizade no mesmo copo onde antes estava o embriagante e marcante vinho do amor. Sempre vai ficar um gosto forte no fundo, lembrando ao paladar que aquela água não é como as outras. E quanto mais vinho ficou no copo, pior a situação. Algumas vezes o copo é quebrado em mil caquinhos, e não dá pra recuperar mais nada. Outras raras vezes o copo é tão bem limpo que fica quase imperceptível, e aí dá até pra tentar uma amizade. Mas pra mim isso nunca deu certo. Ex-amor tem que ficar lá, no passado, guardado com o carinho que merece, mas sem ficar à mostra pra lembrar o meu fracasso, a minha perda, a minha incompetência no amor. Gosto dos meus ex-amores, mas os quero longe de mim. Não gosto de cicatrizes que ainda dóem.

E também não entendo como tem gente que fica em eternos vai e volta com ex-amores. Conheço moça que teve três homens na vida, mas com eles somou mais de doze relacionamentos. Num eterno amar e desamar, quem volta com ex- acaba perdendo a chance de reconstruir uma nova história, com aquele aroma da novidade. Por preguiça, por medo ou por falta de opção, não se deve voltar com ex-amor. A não ser que ele ainda seja amor… Sem prefixo nenhum. AMOR total.

O tempo, implacável tempo, passa tão rápido e acaba fazendo a gente se esquecer de alguns ex-amores quase que completamente. Dia desses estava na Livraria Saraiva, entretida e encantada com as novidades do mercado literário, vampiros e mais vampiros... só e tranquila, quando ele veio e tocou meu ombro. Meu primeiro namorado e homem da minha vida, Léo. Até que ele sorriu, e o sorriso me reencantou. Lembrei que ele ria gostoso, como menino, que o sorriso dele me iluminava e os olhos dele eram de um verde tão lindo que me fazia lembrar o mar mais bonito que eu já tinha visto na vida. Anos sem saber um do outro. Quanta notícia! No sofá da livraria, nos atualizamos um do outro: o que estudamos, no que trabalhamos, ele com namoros fracassados, eu com sonhos irrealizados, você era tão diferente das outras, você era tão esperto e esforçado, nunca esqueci você, de vez em quando me lembro, você tá tão bonita , você parece tão mais seguro, lembra aquele dia, lembra aquela noite, eu fazia tudo pra você, eu adorava o seu jeito de andar. E por que foi mesmo que a gente se separou? Eu era tão medrosa, eu era tão bobo. Mas agora não somos mais. Me dá seu telefone… Ligo e… Quem sabe? A vida dá tantas voltas…

E foi então que no fundo dos olhos dele eu vi uma sombra muito grande que eu não queria que voltasse a me envolver, nunca mais. E deixei ele ir com o meu número de telefone… Errado. Porque a vida com um ex-amor, a gente já conhece mais ou menos como é. As pessoas não mudam tanto assim. Mas a vida com um novo amor… É um leque de possibilidades. Tudo pode acontecer.

Pelo menos até ele virar ex-.

Viviane Bazilio

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Você tem fôlego?

Ultimamente muitos acontecimentos me têm feito pensar e analisar minha vida...
Acontecimentos estes que têm me feito quebrar algumas doutrinas, abraçar novas e alimentar mais ainda as que sobraram, é engraçado como o momento certo te abre os olhos para muitas coisas e ao mesmo tempo te mostra que existem várias outras que eram inúteis...

Tenho vários defeitos e um dos piores é a impulsividade, aquela sensação de falta de paciência, de querer fazer acontecer agora, já, sem pensar no que vai vir depois, e acreditem, em 80% das vezes que eu ou voce ai leitor tomar uma decisão assim, vai se arrepender...

Por que? Porque tudo na vida está a mercê da Teoria do Caos
Não tem essa de destino, nao têm essa de estar escrito, senão voce não teria controle sobre sua propria vida meu querido, cada atitude nossa nos leva a uma consequencia...cada acaso que voce sofre é consequencia de um ato...mas vamos nos concentrar no tema do tópico, "você tem folego?"

Digo folego porque a nossa vida é uma eterna maratona, você nao pode ir devagar, porque mesmo que chegue no final, nao vai ganhar nada alem de decepção...e tambem se correr demais, corre um sério risco de ficar pelo meio do caminho, perdido e sem noção de nada...

Todo mundo (eu raramente uso essa frase, mas tenho certeza de usa-la agora) ja passou por uma situação em que a ansiedade foi tão grande que a sensação de perda, caso tal ato nao fosse realizado naquele momento, chega a ser insuportável, é geralmente nesse momento que metemos os pés pelas mãos, quer saber o porquê? É claro que quer, senão não teria lido até aqui...

Então vamos lá, a vida sempre vai te trazer situações ousadas, daquelas que voce sabe que valem a pena (ou não)viver/ter, e é claro, que todo bom vivente quer ser feliz e vai correr na direção do prêmio para conquista-lo e tudo mais...
O problema é essa corrida, muitas vezes o prêmio tá lá, vai ser seu, mas por querer tê-lo logo, voce atropela outras situações (que seriam tao importantes quanto aquela desejada, mas que voce nao enxerga ainda isso) e acaba conquinstando o premio que queria, perdendo outros tantos pelo caminho, isso quando consegue chegar no final...pois muitas vezes o folego acaba, voce cai no chao e toda a vida passa por cima de ti...

E ao mesmo tempo que voce nao deve correr, tambem nao diminua o passo a ponto de viver com certezas, não existem certezas, apenas possibilidades, o problema é saber lutar pelo que quer, a fórmula pra isso é facil: sabedoria+determinação+fé+paciencia=sucesso...

Então a mensagem de hoje é a seguinte, não seja tolo o suficiente para se exaltar, mas tambem nao fique parado esperando que o tesouro se desenterre sozinho e caia nos seus pés...portanto lembrem-se:

Pensar muito é como cadeira de balanço, te dá o que fazer mas não te leva a lugar nenhum...
E Se tens pressa...vai andando...

Afinal...você tem folego?

Boa semana a todos!

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Manual do Namoro a Distância

Primeiro de tudo, antes de começar, não confundam namoro "virtual" com namoro "a distância", são duas coisas completamente diferentes, e eu acho que não preciso explicar por que...Ok...parem de se lamentar, eu explico a diferença então, vamos lá!

Manual do Namoro a distância

Capitulo 1: Entendendo as diferenças entre "real" e "virtual"
Virtual: No inicio da era da internet, muito se falava em namoro virtual, pessoas que se conheciam geralmente em chats, conversavam, trocavam figurinhas e se correspondiam por email...mas nada além daquilo, muitas vezes nem chegavam a se encontrar (eu sei pq tbm vivi isso), esse trem todo é chamado de namoro "virtual" do verbo "nao acontece de verdade"
Distância: Chega a parecer com o virtual pois pode acontecer das pessoas terem se conhecido primeiramente pelo computador, a diferença é que o passo teoricamente "impossivel" no modo anterior foi dado, eles se encontraram, se gostaram, e pronto...aconteceu, estão namorando...então entendam que nem todo namoro virtual é um namoro a distância, porém, o inverso pode acontecer.

Capitulo 2: Vantagens
É claro que como o bom otimista que sou, vou começar pelos pontos fortes, vou enfatizá-los sim, afinal basicamente numa relação os problemas são os mesmos, já as maneiras de resolver esses problemas que são diferentes...serei realista, não se preocupem, afinal ser realista é o primeiro passo pra enxergar direito um projeto, e consequentemente, obter sucesso nele!

Ok, pode parecer um coringa, mas dependendo da maturidade e da força de vontade dos dois enamorados, a saudade pode sim ser um fator benéfico nos relacionamentos a distância, imagine, existe sensação melhor do que matar uma saudade? Eu digo isso porque num namoro virtual a saudade se acumula até o ponto de voce nao poder supera-la, no namoro a distância, voce sabe que ela vai ser sanada em alguns meses, então, pela lógica, quanto maior a saudade, maior a felicidade em mata-la com a pessoa amada no aeroporto, rodoviária ou aonde for.
Aproveite tambem a distância para aumentar o laço com o seu amor, afinal, voces terão tempo para conversarem sobre tudo, e não esqueçam, sempre sejam sinceros e respeitem a opinião do outro.
Usem e abusem da tecnologia, utilizem Msn, Skype, Webcams, interajam, se sintam mais próximos um do outro, liguem (com alguma frequencia, dependendo do preço), afinal existe um chip da tim feito justamente pra isso...abusem dos meios que têm.

Capitulo 2.1: Desvantagens
É claro, sempre existem, os pontos ruins, mas me digam, no namoro comum tambem nao?
Se no namoro a distância existe a falta de contato, no namoro comum existe o excesso de convivio, que pode levar a brigar e a rotina...pensem nisso, a rotina fica mto mais facil de ser lidada com algo a distancia...mas ao mesmo tempo, saber que seu companheiro não estará presente naquela festa de familia, naquele filme com os amigos ou pra te dar um abraço quando vc tiver na fossa é muito ruim, mas, cada um tem sem jeito de amenizar isso, aí já é pessoal.
Claro, também existem os ciumes e isso é algo complicado, pois eles aumentam conforme a falta de contato, se você nunca sentiu, vai sentir...pois ninguem vai viver parasitado num computador pra sempre, a vida segue e o namoro precisa ser tratado como um dos vários compromissos que a vida lhes impõe...e isso inclui se divertir, sair, passear...é ai que o ciume aproveita a brecha.
Aprenda tambem a lidar com os comentários das pessoas, sempre vai ter um ou outro que vai te dizer que não tem como dar certo, mas o fato de dar certo ou nao não depende dos outros, e somente de voce e de seu companheiro, então, nunca percam as esperanças.

Capitulo 3: Considerações e dicas
-Controle o ciúme, afinal, o primeiro passo para algo dar certo, seja próximo ou seja à distância é a confiança, eu seria mais objetivo e diria que, depois do amor, o ponto mais importante é esse!
- Respeite a liberdade do seu companheiro, como eu disse, ninguem vai viver apenas para o computador. Se um dia quiser sair explique isso ao outro, se o outro for sair um dia, com amigos ou amigas, deixe e nao fale nada, as coisas verdadeiramente nossas retornam para casa no fim do dia, não podemos nos sentir na posição de ter posse do outro!
- Aprenda a lidar com o tempo em que voces estiverem juntos, e principalmente com a despedida, não deixe espaços para mágoas como "eu devia ter feito isso" ou "vou morrer se deixa-lo", afinal os obstaculos existem para serem superados, nada de mágoas, pois momentos bons ainda virão no futuro, e é claro, sempre haverá o reencontro!

Capitulo 4: Sexo
Não serei hipócrita, serei até bem realista e pegarei um capitulo só pra sexo, porque afinal, se você ta tendo um namoro a distancia, vc já é bem grandinho para arcar com as despesas como telefone, viagens e outras coisas...logo, a nao ser que voce seja um nerd tetudo adorador de hentai, um monge com voto de castidade, ou alguem que realmente não pode fazer (como por exemplo, por religião ou coisa do tipo, o que eu respeito muito tambem) você vai gostar de sexo, e vai gostar de ter isso com a pessoa que voce ama.
Então, considere apenas isso:
1 - Voce irá ficar algum tempo sem sexo, e não vá ter mentalidade de José Mayer e querer traçar todas que voce vê pela frente, tenha respeito pela pessoa que voce gosta...mas se voce for um pedaço de gelo e vier com a desculpa de que precisa "esvaziar os canais", serei bem direto, bata uma punheta ou arranja um consolo (depenendo do seu sexo, ou não) material na net tem de sobra pra isso...afinal voce nao vai ficar sem sexo pra sempre ne? Se vc for do tipo puritano e mentir dizendo "eu nunca fiz isso, masturbar jamais", tudo bem então, a tua unica saída garotão(ona), será pegar uma ducha gelada, rezar um pai nosso e ir dormir cedo...necessidade fisiológica ninguem controla, apenas ameniza.

Capitulo 5: Motivação
Isso aqui não são bem dicas, são mais esclarecimentos sobre o porquê de eu ter feito esse manual, e é claro, quem é a garota que me manda tantas perguntas no forms e que troca tantas declarações comigo no msn e no orkut...vou contar aqui um pedaço na nossa historinha...
O nome dela é Viviane Bazílio, mora em Porto Alegre (eu sei que muita gente pensou "Ui") e é formada em enfermagem e também é comissária de bordo, tem 23 anos, mora com os pais e o irmão, gosta de crianças, de filmes romanticos e tem a personalidade xerocada da minha...
Nos conhecemos numa comunidade do orkut, simples e puramente pelo acaso, ninguém tinha segundas intenções, nem eu de responder a aquela comunidade e nem de ter sido justamente pra ela a resposta, e acho que ela tambem nao imaginava que a troca de scraps ia chegar no Msn e consequentemente numa pequena revelação por parte de nós dois há alguns dias atrás.
Sim, ela mora há 6 estados de distância daqui, sim, sentimos muito aperto no coração quando a webcam é ligada e a unica coisa que podemos tocar é a tela do pc e sim, sentimos saudades um do outro mesmo ainda nao tendo nos encontrado...
Sim, foi dificil começar isso, foi dificil aceitar isso (apesar de desde o começo o sentimento ter sido verdadeiro) e sim, pretendemos manter isso!
Sabem por que? Porque nao importa quando o namoro é proximo ou distante, e nem se voces se conheceram numa balada, numa comunidade, num ponto de onibus ou durante a queda de um avião numa ilha habitada por "outros"...
Amor, é sempre Amor, independente da ocasião, local ou circustância...
Você sabe que é amor, mas não sabe explicar, você sente aquilo diferente e sabe que se deixar passar, será algo que vai se arrepender pro resto da vida!
Então, minha motivação foi viver isso e transmitir isso, pra voces, pros que concordam com o que eu disse, e pros que nao concordam tambem, afinal todos temos livre opinião...

E pra terminar, uma filosofia (não podia faltar ne?)
"Pode parecer bobagem falar isso agora, mas um dia você vai morrer, então, faça acontecer. Se der errado, foda-se e tente de novo, e assim até o fim.
Então, antes disso, viva, viva com intensidade e respeito...não tenha medo de arriscar, de sofrer, de amar ou de perder...escrevam sua propria história com lápis e nao tenham medo de usar borracha" (Rafael Cunha, com inspirações por Rodrigo Mendonça)

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Voltei!

Eai amigões do blog (poucas pessoas haha), to voltando e agora é com força total!
Esse primeiro post é uma tentativa minha de voltar a ser o poeta q eu era no passado, falarei sobre algo interessante do meu ponto de vista...

O tempo e o amor
by Eu mesmo Rafael brazas

Passado, presente e futuro
o que realmente eles são?
migalhas de algo incompleto? felicidade, espaço ou transtorno
quem sabe uma nova maneira, de errar os mesmos erros de novo
existiam uma vez alguns planos, mas no fundo, pra que planejar?
um dos maiores erros da vida, e ter demais com o que se preocupar

Conforme o tempo evolui, experiencia em ritmo flui
superando decepções e sofrimentos, talvez até mesmo lamentos
de algo que foi terminado e de um corpo não mais escravizado

Nao confunda apego e amor, nao confunda nem mesmo a dor
o tempo talvez te ensine, que cada um tem um valor
porque apego nos leva ao medo, de perder de vez aquele sossego
que o amor nos traz em excesso, mas que também é de fragil sucesso