Star Wars Tecnologia de coisa nenhuma...: As Cronicas de Rodrigo Parte 1

domingo, 1 de novembro de 2009

As Cronicas de Rodrigo Parte 1

Este post se refere ao meu amigo e fornecedor de sabres de Luz, Rodrigo Mendonça, e retrata o fatídico dia de Halloween passado por este, as palavras abaixo sao do proprio vivente da historia!

-------------------------------------------------------------------------------------------------
Olá caros amigos, fazem exatamente 10 anos de um dos dias mais inglórios que já passei nesta vida. Tudo aconteceu no dia 31 de outubro de 1999. Mas acho que lembrar este momento é motivo para comemorar. Depois de tudo que eu lhes contar hoje vocês vão pensar:
"Nossa, impossível um cara ter um dia tão ruim......"
Será?
Voltemos pois, ao túnel do tempo.A fantástica empreitada de um jovem recém chegado à faculdade. Um mundo inteiro para ser descoberto e repleto de emoções e decepções .
Neste dia, há 10 anos atrás fui bi-corno, espancado e broxa num curto espaço de tempo de menos de 24 horas.
Quando cheguei à faculdade comecei a namorar uma garota que aqui chamaremos de Atup . Era uma garota linda, morena, vistosa, cabelos longos lisos e pretos....... Uma maravilha. Mas a safada depois de 2 meses de namoro me comunicou com uma delicadeza de elefante que este que vos fala era corno!!!
Fiquei arrasado e chorei por 8 dias consecutivos.........Mas sabem como é corno, não é?
Depois do 8 dia escrevi uma carta ridícula implorando para a adultera voltar para o corno aqui. ( Podem me chamar de imbecil. Concordo plenamente)
E não é que a muié voltou ??? Foi lindo. Passamos a tarde juntos, fizemos juras de amor eterno e todas as coisas idiotas que dois corações jovens são capazes de fazer.
A tarde se aproximou do fim e Atup foi embora para a casa dela. ( Em Ouro Preto) E o corno manso ficou em casa feliz com cara de recém desvirginado apaixonado....
As horas foram passando e os meus córneos começaram a coçar....
Pensei: ___ Vou fazer uma visita surpresa pra ela!!!! ( É obvio que eu não queria fazer visita alguma, só queria saber se tinha alguém “atrás” dela, literalmente ou não)
Me desloquei da minha cidade ( Mariana/MG) para Ouro preto ( pertinho -12 km) e chegando em frente à casa da donzela de bordel eis que tem um rapaz de cabelo arrepiado grudado no pescoço da mulher!!!!!
Fiquei uns dois minutos observando meu novo chifre, o primeiro e talvez o único que eu realmente posso me orgulhar de dizer que EU SEI E VI que sou corno. Passado os minutos iniciais fui pra cima do casal de amantes maldito e em posição de galinho de briga ( corno) fui expulso do local pelos infelizes.
Sai dali puto da vida......não acredito que sou bi-corno!!! Sim, bi-corno. Se Eu era corno pela primeira vez na vida a 8 dias atrás agora eu já era bi-corno.( bi-corno = 2 vezes corno)
Fiz tudo que um jovem corno pensa em fazer nestas horas, fui procurar meus amigos pra encher a cara de cachaça..........
Procurei meus amigos da República Vaticano e não encontrei ninguém em casa, então fui procura-los na segunda casa de todo estudante de república federal: O buteco.
No caminho da república ao buteco eu caminhava como James Dean com olhar de revoltado e dono do mundo ( corno) ( Ops , bi-corno) .....
Eis que surge no meio do caminho outros quatro James Deans bem mal encarados e começam a caminhar ao meu lado......
Acompanhe o rápido diálogo de 5 machões bons de briga:
___ Ei Brother, tem um cigarro?
___Tenho....tá aqui!!!
___ E dois real??? Tem???
___ Tenho não....
___ Tem sim brodi, para de amarrar mixaria......
___ Tenho não velho!!!
___ PA, PLOFT, ai ai ai ai
Começou a briga, o quatro carinhas me juntaram no muro e começaram a me enfiar a porrada.. Protegi meu rosto e me abaixei pra não me machucar muito.
Mas perái!!!!
Eu era um corno ferido!!!! Ainda ia apanhar sem fazer nada?

Claro que não. Armei um golpe mortal. Tirei um dos braços que protegia minha face e armei um soco de dar inveja à Rocky Balboa.......é AGORA!!!!! (pensei)
Era......pena que não deu certo, ao abrir a guarda para dar meu soco “mortal” tomei um murro violento no nariz que me fez desmair na hora....
Um vexame completo....pra minha sorte, um casal viu o ocorrido, chamou a policia e espantou os 4 James deans com gritos. Caso contrário, 1999 seria o ano em que eu teria perdido a virgindade de todas as formas possíveis. Entendeu? Entendeu?

Acordei no hospital, camisa toda ensangüentada e meus amigos de república lá.Colocaram uma tala no meu nariz deslocado e me mandaram ir embora do Hospital, onde a policia prontamente registrou um boletim de ocorrência e me liberou.

Fui pra república “ Vaticano” com meus amigos e lá contei tudo que já havia acontecido naquele 31 de outubro de 1999 .........a mulher me chifrando, os caras me espancando....contei tudo. Como todo jovem esperto eles tiveram a mesma idéia que eu tivera antes de ser interrompido pala passagem no hospital: Vamos beber!!!!

E fomos, partimos para uma festa .......muito álcool e garotas!!!! Era a minha redenção, eu merecia aquilo. “Peguei” uma menina muitooooo gata e levei ela pra republica dos meus amigos. Alguma coisa tinha que dar certo naquele dia.

Os meninos da republica me emprestaram o melhor quarto da casa para que eu pudesse esquecer todo trauma do dia com uma boa noite de sexo........ No quarto tinha tudo, cama de casal, cachaça, equipamento de som, ventilador de teto, preservativos e uma garota linda esperando o cornão aqui...

Bem, acredito que não há nada suficientemente ruim que não possa piorar....e acho que este pessimismo carrego comigo desde aquele dia. Pois eu “ Broxei” a noite todinha naquele belo quarto e ainda tive que ouvir a menina me dizer com cara de pena : “__ Isso acontece gatinho”

Mas por dentro, a garota com certeza dizia a si mesma: O que eu to fazendo com esse fracassado??? Dormi chorando, claro, abraçado na garota nua que não via a hora de fugir dali, coitada. Ao acordar tive uma “visão” e conclui: Este foi o pior dia da minha vida, dia 31 de outubro de 1999 . Eu fui bi-corno, espancado e broxa!!!

Para os supersticiosos , vale lembrar que este é o dia das Bruxas,para os céticos, como eu, tudo não passou de uma infeliz coincidência entre o dia e os 3 fatos desastrosos......

Gosto muito de me lembrar deste dia. Pois afinal de contas hoje em dia é muito engraçado contar esta história, ainda mais depois de 10 anos passados............. Mas o foda é saber que o dia das bruxas não acabou naquele dia 31, na verdade, aquele dia não foi nada perto dos verdadeiros dias das bruxas que passei ao longo dos 10 anos seguintes. Mas isto, é outra história...

Um comentário:

Larissa Azevedo disse...

Ca estou lendo este blog,depois de alguns meses. Eis que me deparo com este post.Nem preciso dizer que morri de rir a cada paragrafo shauhsuhasha


Apesar de ser um Post "Veridico" hahsuahsa, nao posso deixar de desejar parabens pela grande historia mais hilaria que ja ouvi(ou seria Li?) em toda minha vida hushauhsuahsuha

Parabens pelo post Rafa e no minimo soh posso Desejar Boa Sorte ao menino Rodrigo.

Bjs