Star Wars Tecnologia de coisa nenhuma...: Os caminhos da vida...

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Os caminhos da vida...

Lendo a ultima postagem do blog da Brenda Pantoja sobre as dificuldades que uma pessoa enfrenta quando decide algo e do blog da Nani Araujo sobre sonhar com algo e poder realiza-lo resolvi comentar um pouco sobre a MINHA experiencia, que tem haver com os dois temas abordados por essas duas jornalistas e mais um outro totalmente novo, os caminhos que a vida nos impõe.

Na reta final do convênio, eu enfrentei diversas dificuldades, achava que nao seria capaz de passar em direito, que era o curso q eu (achava) que queria na epoca, mas em ambas as provas que eu fiz (Unama e Fap), ficava de 10 a 30 pontos abaixo do ultimo colocado, então comecei a pensar, será que eu nasci realmente pra fazer isso?

Eu ja tinha desistido de vestibular, pra mim, eu seria mais uma pessoa que passaria um semestre fazendo cursinho, foi ai que pintou a ultima esperança, o IESAM. Me inscrevi no curso de Engenharia da computação (na epoca, nao sabia nem o que fazia um engenheiro da computação), mas por algum motivo, eu sentia que tinha que fazer aquele curso, era aquilo ou mais nada. Tirei em 2º Lugar no turno da tarde, entrei na faculdade, em uma turma com cerca de cinquenta alunos. Passei pro segundo ano, a turma caiu pra mais da metade, e agora no terceiro, uniram duas turmas e estamos com a mesma quantidade de uma turma no primeiro ano.

O que eu acho? Que se eu cheguei até aqui, é por algum motivo, se eu estou tendo sucesso, se eu nao desisti ainda daquilo que eu quero fazer, se eu nao me deixei abater pelas grandes dificuldades que tiraram do caminho dezenas de colegas... é porque eu nasci pra isso, nasci pra ser o que eu estou tentando ser, Deus nao escreve certo com linhas tortas, somos nos, que na nossa imperfeição, entortamos essas linhas. Desde 7 anos que eu sou fanatico por computador, por que eu seguiria um caminho diferente?

Entao caros amigos, nunca desistam do que voces querem, nunca se deixem abater nem mesmo quando as coisas parecem estar perdidas, tenham força de vontade, sabedoria e, acima de tudo, fé em Deus.

Abraços a todos

6 comentários:

Nair Araújo disse...

Adorei teu texto. Fala de uma experiência comum mas com um toque totalmente teu. Parabéns por arriscar e seguir teu instinto! Acho que a frase merecedora de destaque é "Deus nao escreve certo com linhas tortas, somos nos, que na nossa imperfeição, entortamos essas linhas".

Beijos.

E claro... Adorei ser citada no teu texto! ;)

Yurigon Minamino \õ/ disse...

Aeeee, finalmente postou, toda vez que tu posta eu me inspiro a postar também. HUAUIHIUHSUIHEIUHSAIUEHI

Muito bom. Graças a esse Blog tô aprendendo sobre a vida do Sapekenhaw! *-*

;*

Larissa Azevedo disse...

Égua vida,amei esse teu post.Pq assim como foi pra vc,foi pra mim também.Ambos arriscamos em caminhos que nao sabiamos no que ia dar,e aqui estamos felizes com nossos cursos e com as nossas futuras profissões.Te amo vida,Sempre!

Iaci disse...

o/ De onde conheces a Nair e a Brenda?
Adorei o texto também, Único (lembra?)
;*

KeLLy ViAnA disse...

MARAÁA!sou assim não gosto de desistir das coisas;

é muito legal quando a gente consegue!

bjOO!

Brenda Pantoja disse...

Nossa, agora que eu vi que fui citada aqui. Mas que falta de atenção a minha, fazia tempo que não vinha no seu blog. Vou colocar teu link no meu blog, pra ficar sempre por dentro das atualizações ;) Cara, gostei muito do teu post, de ver o que vc tirou dessa experiência, parabéns ^^ "Deus nao escreve certo com linhas tortas, somos nos, que na nossa imperfeição, entortamos essas linhas." ~> Amei, e vou passar adiante, é tua mesmo? beijo :*